China: um guia para leitores

31 07 2008

O jornalista Pedro Doria transcreveu, em seu blog, texto de Simon Elegant, correspondente da revista Time em Beijing, enumerando o modelo de cobertura que será lido e assistido por todo o mundo:

“1. Reportagens mais ou menos elogiosas tratarão da surpreendente infra-estrutura arquitetônica e de engenharia, que servirá de gancho para mostrar como a China cresce rápido.

2. Muitas piadinhas serão feitas a respeito da estranha língua que falam por lá. E muitas matérias serão escritas baseadas em matérias que saíram no jornal de língua inglesa local, o China Daily.

3. Após os elogios iniciais (1) à infra-estrutura e ao crescimento, novas reportagens mostrarão a China real que o governo ‘não quer’ que o mundo veja. E o mundo, sem que o governo chinês atrapalhe qualquer repórter, saberá como é a vida de um típico pobre urbano e conhecerá o drama daqueles que perderam seus barracos para a construção dos grandes estádios.

4. Muito será publicado a respeito da qualidade do ar em Beijing.

5. Todo membro do governo entrevistado parecerá estar repetindo mais ou menos a mesma linha ditada pelo Partido. E sempre haverá outro entrevistado, um chinês que fala inglês fluente e morou no exterior, que falará mal da China.

6. Chineses que falam bem da China serão chamados de ‘nacionalistas’. Tibetanos que defendem o Tibete livre não serão chamados de ‘nacionalistas’. O governo chinês será chamado de ‘regime’”.

A Globo já aplicou a maioria destes clichês, só no Jornal Nacional…





Medida Provisória cria quase 300 cargos sem concurso

31 07 2008

Notícia extraída da Zero Hora.com. A assinatura da MP nr. 437, de 29/7, transforma a Secretaria de Aqüicultura e Pesca em ministério (pausa para morte imediata), criando 150 cargos de confiança para o mesmo, além de outros 145 cargos para outros ministérios e secretarias.

Esse é o Governo Lula, mostrando trabalho e esforço para criar empregos sem passar pela DESNECESSÁRIA e ANTIQUADA burocracia de promoção de concursos públicos. Parabéns!





Conselho a Alckmin: “você tem que ser mais bravo”

31 07 2008

A Folha de São Paulo noticiou, ontem, um conselho curioso de uma eleitora, no bairro do Brás, em São Paulo: ela pediu para o chuchu candidato à prefeitura de São Paulo ser mais bravo e menos bonzinho. O pedido inusitado partiu da gerente de uma loja daquele bairro.

O picolé candidato disse que achava o conselho válido, mas que “é preciso endurecer, mas com muito carinho”, citando o petista revolucionário Che Guevara.





16 rodada – primeiros jogos

31 07 2008

Como eu não tenho paciência para esperar a rodada acabar para fazer um post, vou continuar dividindo a coisa. E, como eu só tenho DOIS olhos, só pude ver DOIS jogos (nenhum sentido). Na verdade, só vi um jogo mesmo.

– Vitória 2 x 1 Atlético-PR: quase acertei esse placar. O segundo gol do time baiano saiu no finalzito do jogo, demonstrando que Vágner CARA DE FUINHA Mancini também conta com a ajuda dos orixás. Mas o resultado era totalmente esperado. Com isso, o Vitória passa momentaneamente para a segunda colocação.

– Cruzeiro 4 x 2 Náutico: ao fazer seu dever de casa, o estrelado passa a liderar o Brasileiro, talvez momentaneamente (assim espero). Já o Náutico está passando pela CRISE DOS 18 (pontos).

lider por um dia?

líder por um dia?

– Portuguesa 3 x 1 Fluminense: taí um resultado para mim surpreendente. E talvez não deveria ser. Afinal, a Lusa jogava em casa e o Canindé não é exatamente um playground para os visitantes. Os eternos engarrafamentos na Marginal Tietê servem como elemento de pressão para os locais. JONAS, aquele mesmo, fez dois gols. Mas não dá pra negar o FRACASSO RETUMBANTE do tricolor carioca. Despespero NÍVEL CINCO nas Laranjeiras.

– Botafogo 2 x 0 Goiás: o primeiro gol dos alvinegros foi um chute desviado – pensei: esses FDP gostam de fazer gols desviados, PQP! – mas a vitória foi natural, aparentemente. Uma pena um estádio bonito como o Engenhão estar SEMPRE vazio…

– Inter 0 x 1 Santos: assisti só os 15 minutos finais do primeiro tempo e todo o segundo. O primeiro tempo, pelo que eu pude perceber, foi um show de horrores. E o segundo tempo não foi muito melhor. Um dos piores jogos de futebol que eu assisti esse ano, sem dúvida. Penso que os dois times mereciam perder. Só o Inter conseguiu, no entanto.

jogo ou avacalho

"jogo ou avacalho"

– Figueirense 1 x 1 SPFW: achei que o Figueira ia fazer o crime, mas o Hugo empatou no final do jogo. Mesmo assim, um bom resultado. Ricky saltitou.

– Palmeiras 1 x 0 Flamengo: como já estava previsto, o jogo entre o Porco e o Urubu foi bem acirrado (não o vi, estou me baseando em relatos alheios) e qualquer resultado teria sido aceitável. Mas o Parmera mostrou porque é o melhor mandante do campeonato brasileiro e aumentou seu percentual de aproveitamento em casa.

Essa combinação de resultados resultou em aumentar ainda mais a quantidade de clubes beliscando a liderança. O líder tem 30 pontos e pode ser alcançado pelo sexto colocado, SPFW, que tem 27. Se o Grêmio vencer, reassume a liderança isolada e abre 2 para o segundo colocado. Se empatar, empata em pontos com o Cruzeiro, mas ficará em segundo, pelo número de vitórias. Se perder, o Coritiba irá a 26 pontos e também ficará próximo do G4.

Por essas e outras é que hoje precisamos vencer. DE NOVO. E assim será até o final do campeonato.





Negociações para a Rodada Doha fracassam novamente

30 07 2008

Segundo o Zero Hora, vários ministros responsáveis pelas negociações da atual rodada da OMC, denominada de Rodada Doha, demonstraram lamento e pesar pela não-evolução das mesmas. Aparentemente, o assunto que emperrou as tratativas de forma definitiva foi agricultura.

O insucesso das negociações é indicativo de que as forças negociadoras estão descentralizando-se, com os grandes industrializados perdendo um pouco de força e as BRICs, ganhando mais força. Possivelmente, as estratégias dos ricos terão de ser revistas para a próxima tentativa de fechar a rodada Doha.