Transcrições de diálogos no Bovinão

15 08 2008

Gentem, tem umas transcrições de diálogos geniais, no Zero Hora. É de chorar de rir (e um pouco de vergonha também). Se vocês já tinham lido isso (notícias antigas), desconsiderem:

José Otávio Germano e Antonio Dorneu Maciel – linque aqui:

José Otávio Germano — Alô.
Antônio Dorneu Maciel — Tô aqui no escritório.

José Otávio — Mas eu tô em casa, irmão, tu mandou.
Maciel — Não! Escritório, tu me disse “eu te espero no escritório”, Zé Otávio.

José Otávio — Ahnnn…
Maciel — Era em casa. Tu me ligou daqui, disse: “Não, espera aí que eu tô indo aí, que é até melhor pra mim”

José Otávio — Ah… Entendi mal. Pode ser no… pode deixar com a Ana Cláudia.
Maciel — (falando mais baixo) Quanto que é?

José Otávio — Sete um.
Maciel — (longa pausa) Então ficou um pra trás, depois eu pego.

José Otávio — Ahn?
Maciel — Veio sete zero.

José Otávio — Tá bom. (inaudível)
Maciel — Eu deixo com ela aqui.

José Otávio — É…
Maciel — Tá?

José Otávio — Ahn…
Maciel — (inaudível)

José Otávio — Quer que eu fale com ela ou não precisa?
Maciel — Não, ela sabe o que fazer.

José Otávio — É. Manda ela esperar, só isso.
Maciel — Mando ela esperar.

José Otávio — É.
Maciel — Tchau.

José Otávio — Meu irmão, tu pega pra mim lá o negócio. Que horas que eu tenho que chegar lá?
Maciel — Não sei, vou pra lá agora. Chego lá e te aviso.

José Otávio — Tá. Valeu.
Maciel — Tchau.

José Otávio — Tchau.

Tem vários outros, inclusive uns que o Maciel fica dizendo “Eu estou indo lá no Grêmio”, o que provavelmente indica o lugar onde era feita a entrega da bufunfa. Mas tem outras simplesmente geniais, entre o Maciel e o João Luiz Vargas (Papai Noel). Segue a melhor de todas – especialmente o final (linque aqui:

24/10/2007 – 9h45min
Os codinomes Caxias, Campeão e Nosso Filho, citados neste trecho da conversa entre Vargas e Maciel, estão sendo investigados pelos promotores, que acreditam que “livros” e “cadernos” são usados como sinônimo de propina:

João Luiz Vargas — Alô?
Antônio Dorneu Maciel — Oi. 

Vargas — Oi, querido, vi que tu tava me ligando.
Maciel — Tudo em paz? 

Vargas — Tudo em paz. Conversei com Caxias ontem.
Maciel — Sim.

Vargas — Quer viajar.
Maciel — Ótimo.

Vargas — Tá?
Maciel — Ótimo. Quer viajar, ótimo.

Vargas — Tá?
Maciel — Então, vamos providenciar.

Vargas — Ele sai imediatamente. E conversei com o Campeão, ontem de manhã, só não recebi os livros que ele ia me entregar.
Maciel — Mas acertou?

Vargas — Não, ele disse que semana que vem a gente evolui.
Maciel — É?

Vargas — Aí eu falei que tu já tinha entregue aqueles primeiros cadernos.
Maciel — Sim.

Vargas — Tá?
Maciel — Mas não dá folga pra ele, não deixa ele solto.

Vargas — Tá, (inaudível). Tu vai lá no nosso filho mais tarde?
Maciel — Vou, que horas que nós vamos nos encontrar lá?

Vargas — Não, não sei, porque hoje eu tenho pleno. Eu tenho…
Maciel — Que horas tem pleno?

Vargas — Tem uma e meia. Uma e meia.
Maciel — Espera aí, um pouco. Espera, deixa eu só espirrar, só um pouquinho.

Vargas — Tá.
Maciel — (dois espirros) Por que não dá uma passadinha tipo onze e meia lá?

Vargas — Vamos ver se vamos. Vamos ver.
Maciel — Que que tu acha?

Vargas — Acho ótimo.
Maciel — Então, tá. Eu vou estar lá onze e meia.

Vargas — Tá bem. Tá.
Maciel — Beijo.

Vargas — Beijo. Tchau.
Maciel — (espirro)

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: