Patrocínio no futebol – efeito da rivalidade

19 09 2008

O André Kruse, do Gremio1983, colocou um assunto interessantíssimo em seu blogue, referente à renovação/mudança do patrocínio e fornecedor de material esportivo do Grêmio. Atualmente, tanto o Grêmio como o Internacional recebem cerca de R$ 3,6 milhões anuais do Banrisul. Não tenho o valor pago pela Puma ao tricolor. Mas é sabido que outras grandes equipes brasileiras já conseguem valores mais expressivos, como é o caso recente do Botafogo, que assinou com a Liquigás pagamento de 8 milhões anuais, sendo um clube de menor visibilidade e torcida do que os dois grandes gaúchos.

Acho que todos sabem que os contratos com o Banrisul foram assinados devido a dívidas que ambos clubes possuíam com o BANCO DE TODOS OS GAÚCHOS. No entanto, essas dívidas já foram quitadas, sendo que, atualmente, o pagamento é feito de forma líquida aos clubes. Porém, estão defasados e acredito que o Grêmio pode conseguir coisa muito melhor, especialmente considerando as excelentes campanhas que vêm fazendo, desde 2006. Idem ao Internacional.

Só que existe um mito, bastante introduzido nas empresas gaúchas, de que não é possível patrocinar somente a um dos dois, sob pena da marca sofrer represálias de torcedores da equipe rival. Como o número de torcedores de ambos clubes é relativamente equilibrado (apesar de haver vantagem do Grêmio nos últimos 10 anos, pelo menos), nenhuma empresa quer perder clientes potenciais que torçam para a equipe rival da patrocinada. Tanto é que GM, Banrisul e Tramontina tiveram este cuidado, ao patrocinar ambos clubes gaúchos ao mesmo tempo.

Este artigo mostra que o risco é mínimo: com base em pesquisa realizada pela TNS Sport, apenas 1 entre 22 torcedores não compraria produtos relacionados ao clube rival, ou seja, cerca de 4,5% do total. Não sei se o mesmo percentual se aplicaria ao times gaúchos, já que temos um histórico de bipartidarismo (ou seria bipolaridade?). Eu acredito que sim, apesar de existir XIITAS SEM NOÇÃO que confundem as coisas, penso que a grandiosa maioria da população adquire seus produtos por outros motivos, alheios ao futebol.

Espero que o Grêmio consiga melhorar seus patrocínios. Quanto ao material esportivo, tenho grande simpatia pela Puma, porém, a última camiseta tricolor que eles fizeram ficou abaixo das expectativas, com uma mancha que destoa, nas costas. O Grêmio também tem chance de melhorar signficativamente sua receita, renegociando o contrato de fornecimento de material, ou trocando de fornecedor. Há rumores de que Olympikus, Nike e Adidas estariam rondando o estádio Olímpico.

Anúncios

Ações

Information

3 responses

19 09 2008
Guillermo

Eu sou esse 1 torcedor.

DÁ-LHE GRÊMIO!!!

19 09 2008
Luciano

Acho que esses mitos têm que ir para o espaço. Chega dessas bobagens! No entanto, penso que sempre vai ter um ou outro que talvez deixe de comprar por causa disso, como o inverso também é verdadeiro, ou seja, torcedores do time poderão dar preferência para a marca que o patrocina em detrimento de outra.

22 09 2008
André Kruse

A grafia “correta” do meu sobrenome é Kruse, e não KrAuse como está no texto.

Eu não tenho nenhuma simpatia pela Puma.

Essa questão do patrocínio para dupla é bem polêmica. faria uma bela reportagem quem apresentasse esta pesquisa junto ao “empresariado” local e pedisse um posicionamento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: