Loucura mercadológica

7 10 2008

Se essa crise é maior do que a gerada em virtude dos atentados de 11/9/2001 ou do que a crise russa e asiática? Sim, sem dúvida, pois ela está sendo gerada na maior economia do mundo. A última vez que isso aconteceu? Deixe-me ver… 1929.

Os efeitos são devastadores. O pânico é o sentimento de ordem na Ásia, Europa e América do Norte, porque seria diferente na América do Sul?

Vamos aos fatos: o dólar americano, em relação ao real brasileiro, está acumulando valorização, só nos últimos 30 dias, de 26,4%, passando de R$ 1,74 no dia 7/9 para R$ 2,20 no dia 6/10. Evidentemente, os últimos 5 dias foram ainda mais determinantes nesta tendência. O gráfico abaixo mostra exatamente o efeito desta variação.

O euro teve desempenho um pouco diferente neste último mês. A primeira metade foi de tentativa de re-valorização frente ao dólar, para novamente despencar de forma acentuada nas últimas semanas. A cotação mais alta, do dia 22/9, foi de US$ 1,48 enquanto que no fechamento de ontem, a moeda da União Européia foi cotada a US$ 1,36 – uma desvalorização de 8,1%. O gráfico abaixo demonstra isso muito bem.

Isso faz com que o real esteja sendo desvalorizado com maior intensidade em relação à moeda norte-americana, mas também com alguma intensidade em relação ao euro. Isso é positivo, considerando a competitividade geral a longo prazo.

Porém, não dá para termos ilusões sobre o desfecho desta história toda. Eu não acredito na manutenção da cotação do real numa taxa extremamente alta, como a obtida no dia de ontem. De alguma forma, o pacote norte-americano de US$ 700 bilhões de ajuda financeira às instituições locais deve refletir positivamente nos ânimos globais. Eu acreditava que os efeitos já seriam sentidos no dia de ontem (6/10), mas enganei-me, e feio.

Ontem a BOVESPA teve queda de 5,43%. Se o percentual é considerado elevado, nas circunstâncias atuais acabou sendo excelente – o pregão teve de ser interrompido por 2 vezes durante o dia e a queda chegou, durante a tarde, a ser de 15%. Ontem, quase todas as principais bolsas européias tiveram quedas superiores a 7%, sendo que Lisboa teve quase 10% e Moscou, 19,9%. Dow Jones foi menos intenso – 3,58% de queda.

Hoje, a maioria das bolsas européias está operando em alta, neste momento, ainda que não tão significativa. As principais asiáticas – Tóquio e Hong Kong – tiveram quedas. Pensava até 2 minutos atrás que hoje seria dia de recuperação aqui no Brasil. Mas o dólar, neste exato momento (9:40) está sendo negociado a R$ 2,26 – 2,7% de valorização em relação ao fechamento de ontem.

Pelo jeito, teremos mais pânico no dia de hoje.

Anúncios

Ações

Information

2 responses

7 10 2008
Luciano

É impressionante o que está acontecendo. Tenho consciência de que estamos vivendo um momento histórico: quando começarão os suicídios? Hehe.

Ontem o IBOV chegou a cair mais de 15%, “se recuperando” no final e diminuindo o prejuízo. Mas a coisa tá muito feia mesmo. Onde é o fundo do poço???

Ah, e esse dólar valorizado é uma grande droga!

7 10 2008
Gustavo

Bah, imagina eu… fiz algumas aquisições na última viagem. Menos mal que foram em Euros…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: