Ilha Grande: paraíso (2)

5 02 2009

Já vou avisando logo: quem tem problemas com barcos, enjoa facilmente ou morre de medo do mar: não vá à Ilha Grande. O primeiro motivo é óbvio: o único acesso é por mar. Mas a barca grande, que faz a travessia de Angra à Ilha é bastante estável. Pra dizer a verdade, a gente nem sente balanço algum, por causa do tamanho da embarcação e também porque o mar é muito calmo no lado norte da ilha.

O segundo motivo é que, ao não poder utilizar embarcações, a pessoa fica praticamente “engessada” num paraíso ecológico. A ilha é verdadeiramente grande – tem cerca de 150 km de perímetro e é difícil e inviável percorrê-la à pé. De bicicleta é um pouco mais viável mas, mesmo assim, seria necessário acampar em praias semidesertas e sem nenhuma estrutura.

Enfim, toda essa introdução para dizer que os passeios oferecidos por uma infinidade de agências, na própria vila de Abraão, são NECESSÁRIOS. Além de FANTÁSTICOS. A ilha é lindíssima e os passeios permitem a nós, pobres mortais, conhecer diversos lugares DESENHADOS POR DEUS.

Primeiro passeio: Lopes Mendes

Por sugestão dos meus cunhados, Caroline e Ricardo, optamos por fazer por primeiro o passeio à praia mais comentada da ilha. Todos os comentários eram positivos. Não havia como decepcionar-se, pensava eu.

Estava certo.

Porém, para chegar lá, muito cansaço.

ilha-grande-322

essa NÃO é Lopes Mendes. Feia né?

A escuna nos deixa na praia do Pouso, que, como a foto de cima mostra, não é nada desprezível. De fato, essa praia é linda, com águas calmas e cristalinas, como TODA a ilha. Mas não era o destino daquele passeio. Nosso objetivo era Lopes Mendes. Da praia do Pouso, é uma trilha de cerca de meia hora.  Mas não é uma trilha qualquer. São 15 minutos de subida e 15 de descida. Parece que a gente não para nunca de subir…

Mas é recompensador.

ilha-grande-330

chegamos ao topo da trilha... emagreci uns 5 kg (mentira)

ilha-grande-342

essa é a vista... ao fundo, a ilha de Jorge Grego

Nunca tinha visto água tão transparente em uma praia de mar aberto. Além disso, é impressionante como a água é quente e gostosa. A areia é branquíssima e faz um barulho engraçado quando a gente caminha (parece um assobio). E a paisagem… simplesmente sensacional, sem nenhuma construção – aquela sensação de natureza incólume. Os “ambulantes” na verdade não “ambulam”, ficando fixos em algum lugar, vendendo bebidas, salgadinhos e sanduíches. Os únicos que circulam um pouco são os vendedores de picolé. Todos os que vendem também fazem a mesma via-crucis que os turistas.

ilha-grande-3601

Gra e eu... sem a menor vontade de sair

Vale MUITO a pena. Tanto é que acabamos voltando, alguns dias depois.

Segundo passeio: Lagoa Azul, Freguesia de Santana, Japariz e Saco do Céu

Neste passeio, o barco fez caminho diferente do que para a praia do Pouso, foi a oeste. A primeira parada foi em Freguesia de Santana, uma prainha muito interessante. Nem vou dizer que é linda porque vai se tornar repetitivo. Neste lugar, há uma linda igreja antiga, que parece estar perdida no meio da praia.

ilha-grande-477

Freguesia de Santana... nice

ilha-grande-493

igreja. E o meu cunhado Ricardo fazendo o que ninguém faz - ler a placa

Em seguida, deveríamos ir para a Lagoa Azul. Em vez disso, fomos para Japariz, onde há uns 3 restaurantes. Apesar da praia ser boa, praticamente o único motivo de ela estar no roteiro é para o almoço (e o pessoal dos barcos ganha comissão, claro). Nem lembro o nome do restaurante que fomos, só sei que a comida era HORRÍVEL.

Então, finalmente fomos para a Lagoa Azul. Que não é uma lagoa de verdade, mas um local entre duas ilhotas que se assemelha a uma piscina. É bonito e paradisíaco. Mas entupido de embarcações. Foi desagradável nadar lá, pois a gente ficava com medo de que chegasse alguma lancha onde íamos. Enfim, não foi uma das melhores experiências.

ilha-grande-516

lagoa azul

Por fim, mas não menos importante (não mesmo), chegamos ao SACO DO CÉU.

ilha-grande-533

praia do amor, no saco do céu

É impressionantemente genial este lugar. É muito melhor do que uma piscina e dá de 10 a 0 na Lagoa Azul. Lamento que só tenhamos ficado lá por 20 minutos. Recomendo fortemente que se busque passeios específicos ao Saco do Céu, vale muito a pena. Ou fazer a trilha até lá, já que não é tão distante da Vila de Abraão.

ilha-grande-527

a Gra e a Pita aproveitando o saco (dezenas de trocadilhos possíveis)

Tenho mais pra contar. Esperem!

Anúncios

Ações

Information

3 responses

6 02 2009
Lilian

maravilha de férias, Gustavo! A Gra nos falou que é imperdível… as fotos estão lindas e tu escreves mutcho bem!!! abçs ;-)

6 02 2009
Gustavo

Obrigado pelos elogios! Recomendo a todos, com todas as minhas forças.
Abraços!

6 02 2009
Léo Z

Que lugar afudê!!!
Foda é tu de sunga hahahah… brincadeira.
VAleu!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: