Boa notícia da semana: Celso Roth deixará o tricolor

2 03 2009

Quem me conhece sabe que eu nunca fui um daqueles a engrossar o coro de “Fora Roth”, ouvido desde o dia que ele foi contratado, no começo do ano passado. Sempre pensei que não adiantava muito ficar atrapalhando o trabalho do treinador, especialmente sem ao menos ver do que ele é capaz.

Todos sabemos que, provavelmente por causa de sua atuação na casamata, o Grêmio fez uma campanha quase impecável no campeonato brasileiro, que é longo e difícil, com um grupo pouco qualificado em comparação a vários outros clubes brasileiros (Inter).

Agora, no início de 2009, ele teve a quase manutenção completa do grupo que terminou 2008, além da inclusão de jogadores qualificados. De fato, o Grêmio conseguiu mostrar qualidade e jogo mais refinado do que vinha demonstrando no ano passado.

Meu prezado (e MESTRE) irmão discordou de meu ULTRA SINGELO post, feito em HOMENAGEM ao empate contra a Universidad de Chile.

Não lhe tiro a razão.

O problema é o COMANDANTE.

ouvi um ZOOMBIDO de que tão querendo minha cabeça

"ouvi um ZOOMBIDO de que tão querendo minha cabeça"

Não é possível que, depois de ver o Grêmio jogar uma grande partida na estréia da Libertadores, num esquema com 2 atacantes, uma pessoa SÃ resolva mudar tudo em seguida, por conta de sua CAGALHICE. Ok, o adversário desta vez era mais qualificado do que “La U”. Mas tirar Jonas para colocar Diogo, praticamente alterando o posicionamento de todo o meio-campo em relação ao jogo contra o time chileno foi de uma ESTUPIDEZ imensa.

Resultado: time perdido em campo, não acertando dois passes em sequência. Somando-se isso ao um Internacional marcando com AFINCO, o Grêmio não viu a cor da bola no primeiro tempo, que foi muito truncado no meio-campo em ambos lados, praticamente inexistindo chances de gol, até pouco antes do intervalo, quando o Inter arrematou 3 bolas perigosas, exigindo defesas sensacionais de Victor.

No início do segundo tempo, a imbecilidade coletiva: linha de impedimento estúpida mal executada e 3 jogadores colorados absolutamente livres dentro da área em cobrança de falta – Indio foi o felizardo que anotou o primeiro tento colorado.

Daí, vejam só, o nosso LÍDER se deu conta de que não poderia manter o malfadado esquema de jogo. Retirou, de uma só vez, um zagueiro (Léo) para a entrada de um atacante (Jonas) e sacou um volante (Diogo) para colocar um lateral-esquerdo (Fábio Santos), sendo que Jadílson ficaria improvisado no meio-campo. Ou seja, saiu do 3-6-1 para um 4-4-2. O time rapidamente começou a mostrar futebol e dominar a bola, conseguindo articular jogadas e chegar na defesa colorada. Jonas recebeu de costas pro gol e, mesmo marcado fortemente, conseguiu fazer jogada de pivô, entregando bola açucarada para Alex Mineiro, que chutou colocado no ângulo.

Não satisfeito, ROTHWEILER resolveu aprontar de novo, retirando Jadílson para o ingresso de um zagueiro – Héverton. O time voltou a desarrumar-se, permitindo o novo crescimento do Inter no jogo e o inevitável gol de desempate, marcado por Magrão após falta cobrada pelo lado direito do ataque colorado.

Nova derrota em Grenal, novo 2×1. Mas, desta vez, a culpa foi principalmente de CELSO ROTH, que inventou um esquema sabidamente fracassado, escalou mal o time e conseguiu a façanha de corrigir o problema para depois DESCORRIGIR. E, para piorar, praticamente jogou a responsabilidade para os jogadores, ao critica-los após o jogo.

É claro que JUAREZ sairá do Grêmio. Resta torcer para que isso aconteça logo, antes que o ano seja desperdiçado novamente.

Anúncios

Ações

Information

11 responses

2 03 2009
André K

Não acho que Roth sairá. Existe somente um treinador disponível que é melhor do que o Celso, e este dificilmente sairá de Londres.

No resto só discordo em uma coisa. Fábio Santos entrou de terceiro zagueiro. Jadílson permaneceu na ala.

2 03 2009
2 03 2009
Léo Z

Também acho q não vai sair. A não ser se cair fora da libertadores.

2 03 2009
sandro

por favor o roth é colorado manda ele para acessorar o tite no internacional pois para aux tecnico ele pode ser q sirva esse covarde e irresponsavel

2 03 2009
Vicente Fonseca

Apesar da raiva que me sobe às veias quando ele apronta, não quero que ele saia agora. É fácil tentar corrigi-lo que contratar outro em meio à Libertadores. Começar do zero agora seria abdicar do título. Se fosse pra demitir, tinha que ser em dezembro, ou em abril do ano passado. Agora é brabo, ainda mais com esse dinheiro todo que teremos de pagar de multa.

2 03 2009
Vicente Fonseca

Correção:

“É MAIS fácil tentar corrigi-lo que…”

Nunca é fácil corrigir um homem tão teimoso. Hehe.

3 03 2009
Gustavo

Até concordo que trocar agora seria quase desistir de qualquer pretensão maior na Libertadores. Mas CORRIGIR Celso Roth me parece algo equivalente à UTOPIA.

3 03 2009
Vicente Fonseca

Corrigir = colocar um fuzil ao lado de sua teimosa cabeça para IMPEDIR que jogue Diogo no lugar de Jonas.

hsdhdshsdh

3 03 2009
Fred

Eu defendo desde o ano passado que o Krieger compre viseiras de cavalo para Roth. Só dessa forma pra ele não sair dos trilhos.

Melhor foto de entrada do blog.

3 03 2009
Luciano Zanuz

Hahaha, que foto!!!! A melhor!

4 03 2009
Aires Becker

Vejamos alguns argumentos a considerar como possível injustiça sendo sofrida pelo técnico do Grêmio.
– Considerando a retrospectiva recente temos que o histórico do resultado do time sob direção do atual técnico não é tão mal. Foram muito melhor do que mereceram, ou do que se poderia supor, no ano passado.
– Temos que a chamada “fica Roth” foi uma provocação da torcida do Inter que foi acolhida de forma avessa pela torcida gremista, assim podemos considerar que a torcida gremista “mordeu a isca” e comprou o problema para o time.
– Observando a derrota para o Inter, mesmo com um atacante com o fechamento do meio campo, assim retrancado o Grêmio levou dois gols, três foram as defesas milagrosas do goleiro, e uma bola na trave, quase seis gols, o resultado por pouco já não foi muito pior, dependeram da sorte, no limite.. Agora, imagina o resultado possível com o time aberto (?), iriam ter levado 8, 10 gols, teria sido um jogo com o do Juventude na final do campeonato passado. Se o Grêmio tivesse ido solto para o ataque, com a qualidade e velocidade do contra-ataque do Inter teria sido uma grande derrota.
– Na verdade o resultado nem foi tão mal assim, 2×1 saiu barato, derrota por um gol de diferença, com direito a gol de honra.
– Agora imagina se cada vez que o Grêmio perde para o Inter vão trocar de técnico! Coitados! Vai faltar técnico no Brasil!
– Tudo que pode acontecer para o Grêmio agora é ficar sem técnico, que está já sem time e sem direção!!
– O pior é torcida ter sido insuflada pelo Paulo Santana, um mal intensionado, em fim de carreira, que faz qualquer para aparecer, mesmo que para isto tenha que perturbar ou desestruturar o time que diz torcer.
– E o Roth fica em uma situação lamentável com obrigação de vitória, como se isto só dependesse dele, esquecem que o futebol é um esporte coletivo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: