Apesar dos pesares

30 06 2009

Quando eu vi que a escalação do Grêmio para enfrentar o Sport seria totalmente reserva, não imaginei outro resultado que não fosse a derrota. Mesmo o Sport sendo o último colocado do campeonato (era), sabia que não era um time totalmente horrível e jogaria em casa. Para mim, a escalação somente de reservas era um erro.

Descobri mais tarde que não foi um erro completo não. Mas foi um erro.

Afinal, o que o Grêmio vai fazer se passar (e vai passar) para as finais da Libertadores? Jogará mais duas ou três rodadas com time reserva? Me parece que anteontem o Grêmio perdeu uma verdadeira oportunidade de aproximar-se um pouco mais do grupo dos líderes e afastar-se do grupo de rebaixáveis. Neste momento, apenas 1 ponto separa o 17º colocado do Grêmio, que é 14º. Claro que o tricolor jogará seu próximo jogo em casa, o que deve facilitar um pouco as coisas.

Estou atrasado para comentar sobre o jogo, portanto, indico o relato do André Kruse, que está coerente, como geralmente é. Ele indica os graves erros de arbitragem que prejudicaram o Grêmio, especialmente o primeiro gol do Sport e a expulsão de Jonas, que acarretou a ampliação do placar pelo time pernambucano. Só não concordo com a parte que diz que o gol do Grêmio no primeiro tempo foi anulado incorretamente. Ao meu ver, o Orteman impediu o zagueiro de saltar para o cabeceio, que seria salvador. Portanto, seria um erro grave ter validado aquele gol. Claro que o ideal seria que o árbitro não tivesse prejudicado tanto o Grêmio em outros lances.

No entanto, assistir a um jogo recheado de juniores e jogadores muito jovens não foi uma experiência ruim. Para falar a verdade, alguns jogadores tiveram destaque neste confronto contra o Sport, algo gratificante. Maylson teve ótima atuação, assim como os zagueiros Mário “fujão” Fernandes (jogou o primeiro tempo) e Héverton (entrou no seu lugar, no segundo). Orteman foi regular (ou seja, PÉSSIMO, como sempre) e Douglas Costa não jogou NADA. Isael entrou em seu lugar no segundo tempo e fez consideravelmente mais que o antecessor. Autuori inventou Hélder como terceiro zagueiro o que foi quase desastroso. Inexplicável, já que ele tinha Héverton no banco.

A dupla de ataque foi Jonas e Herrera. O argentino mostrando mais uma vez muita qualidade e o brasileiro… errando gols imperdíveis, como de costume. Além de ser expulso (exageradamente) em um lance de muita IMBECILIDADE (não exageradamente). DEMÊNCIAS à parte, ele só deveria ter levado um amarelo.

No final das contas, a formação inesperada do Grêmio fez o time buscar o ataque quase que o tempo inteiro, tocando bola e envolvendo a defesa pernambucana. Com um TIQUINHO mais de qualidade, sem expulsões e com um atacante minimamente capaz no lugar de Jonas, o Grêmio poderia ter saído com a vitória de Recife. E aí vem a questão: será que um time misto não teria sido mais eficiente?

Enfim, 3×1 pro Sport, que saiu da lanterna e da zona de rebaixamento.

Não comentarei os outros jogos da rodada, mas aí vai a tabela de jogos:

Data Hora Cidade Estádio Jogo
27/06 16:10 Curitiba Arena da Baixada Atlético Paranaense 1 x 0 Corinthians
27/06 16:10 São Paulo Morumbi São Paulo 2 x 0 Náutico
27/06 16:10 Barueri Arena Barueri Barueri 4 x 2 Atlético Mineiro
27/06 18:30 Belo Horizonte Mineirão Cruzeiro 1 x 0 Avaí
27/06 18:30 Rio de Janeiro Engenhão Botafogo 1 x 4 Goiás
28/06 18:30 Porto Alegre Beira-rio Internacional 3 x 0 Coritiba
28/06 18:30 São Paulo Palestra Itália Palmeiras 1 x 1 Santos
28/06 18:30 Recife Ilha do Retiro Sport 3 x 1 Grêmio
14/06 18:30 Rio de Janeiro Maracanã Fluminense 0 x 0 Flamengo
14/06 18:30 Salvador Barradão Vitória 4 x 1 Santo André

E a classificação, de forma simplista, extraída do Impedimento.

1º Atlético-MG 17
2º Internacional 17
3º Vitória 16
4º Barueri 13
5º Palmeiras 13
6º Corinthians 11
7º Flamengo 11
8º Goiás 11
9º Cruzeiro 10
10º Santos 10
11º São Paulo 10
12º Santo André 10
13º Fluminense 10
14º Grêmio 9
15º Sport 8
16º Atlético-PR 8
17º Náutico 8
18º Coritiba 7
19º Avaí 7 8
20º Botafogo 6

Anúncios

Ações

Information

One response

30 06 2009
André Kruse

Valeu pela referência.

Na minha opinião não tem como dizer quem fez falta (ou quem fez “mais” a falta) o Orteman ou o Hugo?

Mário “fujão”: não usei no blog ainda, mas ja falei várias vezes. Acho que vai pegar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: