Fora de casa, a normalidade

31 07 2009

Demonstrando alguma espécie de sequelas emocionais a respeito de enfrentamentos fora do estádio Olímpico, o Grêmio mais uma vez foi presa fácil longe de seus domínios. O agressor, desta vez, foi o tricolor paulista, que venceu o gaúcho por 2×1 e consolida sua tentativa de recuperação no campeonato brasileiro. O Grêmio, por sua vez, segue cambaleante, ainda sem ter vencido fora de casa e, pior, tendo perdido quase todos os confrontos como visitante, à exceção da partida contra o Fluminense, no Maracanã.

clara tentativa de desestabilização (Gaspar Nóbrega/Vipcomm/Divulgação)

clara tentativa de desestabilização (Gaspar Nóbrega/Vipcomm/Divulgação)

A chuva não perdoava o gramado do Morumbi, deixando-o pesado e difícil para a prática do Ludopédio. No meu entendimento, isso costuma prejudicar mais a equipe da casa do que a visitante, já que a primeira costuma ser mais agressiva em seus domínios. No entanto, o São Paulo conseguiu fazer rolar a bola com qualidade, não errando os passes e, principalmente, marcando sob pressão a saida de bola do Grêmio.

Foi uma noite das piores para a dupla de volantes do Grêmio. Ambos gols do São Paulo foram originados em bolas fáceis perdidas por Túlio. Adilson também foi bastante fraco. Tanto que foi substituido no segundo tempo, por Douglas Costa, que teve atuação razoável.

Souza continua mantendo a escrita de alternar boas e más atuações. Tcheco foi um dos mais lúcidos na meia-cancha, mas não dava velocidade ao ataque, um dos principais defeitos do time na partida.

O São Paulo, por sua vez, teve a “sorte” do retorno do futebol de Hernanes, que não começara o ano muito bem, mas agora retoma o magnífico futebol que encantou o país no ano passado. O passe dele para o Dagoberto, no primeiro gol, foi excelente.

Bastante grave o erro de arbitragem em relação a um ataque do Grêmio no primeiro tempo, antes do gol são-paulino, quando Maxi López foi lançado e corria livre para o gol, mas foi interrompido pelo assistente, que assinalava impedimento. Maxi estava bastante atrás do último marcador. Grande chance de gol suprimida do Grêmio, que poderia ter mudado a história do jogo.

Por outro lado, mesmo que os comentaristas do SporTV tenham afirmado que o segundo gol do SPFC foi irregular, eu não concordo com isso. Apesar do Borges “estar no lance”, ele não participa da jogada. Pra mim, o gol foi legal.

Bottom line: o São Paulo jogou bastante melhor que o Grêmio e mereceu vencer.

Ambos clubes empatam com 21 pontos, sendo que o Grêmio está em 10º e o São Paulo, em 11º.

Anúncios




Menos posts, mais Twitter

29 07 2009

Sempre gostei de escrever e o Cabeça Dinossauro tem sido, desde o início, um projeto bacana para mim. É evidente que eu gostaria de escrever muito mais sobre outros assuntos, mas o futebol acaba “me tomando” muito.

Então, assim como outros blogueiros, eu estou colocando muita atenção no Twitter, pois é a mídia mais ‘online’ em termos de informações e opiniões. Escreve-se pouco e mais seguido.

Portanto, não deixem de acompanhar este blog, mas saibam que a atualização será menos frequente do que já foi um dia. Minha intenção é postar a cada 2, 3 dias, TOPS. Mas acompanhem-me no Twitter, pois tenho sido mais assíduo por lá.

Ah… prepararei a continuação da saga “Análise da Discografia do Ramones” para o fim-de-semana.





Em casa, a normalidade

27 07 2009

Minha expectativa pré-jogo nesta 14ª rodada foi a seguinte: o Grêmio venceria o jogo, mas teria muitas dificuldades por causa da pressão psicológica imposta sobre o time, após vários revezes em partidas fora de casa. Minha expectativa se confirmou apenas pelo aspecto da vitória, que aconteceu, mais uma vez. Porém, o Grêmio não teve grandes dificuldades, apesar de ter saído atrás no marcador, mas também não venceu com tanta facilidade como poderia.

Um time recheado de veteranaços, como Marcelinho Carioca e Fernando – aquele volante carrancudo que jogou no Juventude e no Inter – que tem nada menos do que 42 anos de idade, misturado com jovens. Este é o Santo André, que iniciou o campeonato relativamente bem mas vem caindo de rendimento nas últimas rodadas. O clube do ABC paulista, que enfrentou o Grêmio no fatídico ano de 2005 3 vezes, sendo que o Grêmio venceu duas e perdeu um dos confrontos, saiu na frente no marcador neste sábado, aos 19 minutos, num gol bastante esquisito.

Não vi este gol, pois tinha ido jogar meu salãozinho de todo sábado (congelando desta vez) e perdi quase todo o primeiro tempo. Incrível: quando liguei a TV, Souza cobrou o escanteio e o Rafael Marques desviou pro gol, fazendo o gol de empate. Eram 42 minutos de jogo. Isso verdadeiramente animou a equipe e então, apenas 3 minutos depois, Souza acertou um lindo chute de fora da área, no ângulo do goleiro NENECA:

Virada do placar ainda no primeiro tempo – melhor cenário impossível para a reversão de um placar adverso. Sem falar no “momento” obviamente favorável ao tricolor.

eu mando aqui

"eu mando aqui" (Roberto Vinícius/Ag. Free Lancer/Futura Press)

O segundo tempo começou mais tranquilo para o Grêmio, que dominava a bola e não via o Santo André fazer muitas investidas ao gol de Victor. Em um certo momento do jogo, o Grêmio perdeu um pouco essa vantagem e deixava o Santo André chegar mais, porém, sem conseguir arrematar a gol com qualidade. Aos 17 minutos o atacante Nunes, do time da região metropolitana de São Paulo, deu um tapa na cara de Herrera e foi expulso (o comentarista do SporTV disse que não viu intenção de agredir – ridículo).

Mesmo com o jogador a mais, o Grêmio não parecia tirar vantagem disso, embora a partir daí não correu mais riscos. Aos 34 minutos da segunda etapa, Souza cobrou uma falta na cabeça de Rafael Marques, que marcou seu segundo gol na partida e o terceiro do Grêmio. Aí era só festa.

te cuida, LÉO (Edu Andrade/Gazeta Press)

"te cuida, LÉO" (Edu Andrade/Gazeta Press)

(ok eu sei que a foto é do primeiro gol)

O Santo André ainda marcou mais um gol no último lance do jogo. Cobrança de falta para a área, Victor vacilou, ficando no meio do caminho entre sair do gol para socar a bola e ficando debaixo das traves. Como resultado, o jogador do Santo André conseguiu encobrir o goleiro com sua cabeceada. Não foi uma boa jornada de Victor, felizmente o Grêmio conseguiu marcar mais gols e garantir a vitória.

Com os três pontos o Grêmio foi a 21 e, naquela ocasião, estava em sexto lugar – porém, perdeu duas posições após os jogos do domingo.

Outros jogos

No mesmo horário do jogo do Grêmio, o Inter manteve sua má fase e perdeu pro Botafogo, no Engenhão, por 3×2. Saiu perdendo por 2×0, conseguiu buscar o empate no segundo tempo mas levou o derradeiro TENTO faltando 5 minutos para o final do jogo.

No domingo, destaque para a goleada do Palmeiras sobre o Corinthians, no mais importante clássico de São Paulo. OBINA 3 x 0 Corinthians. Com a vitória, o verdão, que ainda estava sendo comandado por Zezinho, fica na segunda colocação, empatado em pontos com o Atlético Mineiro, que PERDEU em casa, pro Goiás (tinha que ser ele), por 1×0.

O São Paulo conseguiu vencer o Barueri, na Arena Barueri, por 2×1, sendo que todos os gols foram marcados antes dos 20 minutos de jogo. O tricolor paulista vai para a 11ª posição e começa a melhorar sua campanha. No jogo, Washington foi expulso por reclamação e não enfrentará o Grêmio na próxima quinta-feira.

Pra fechar, os gols de Santos 1 x 2 Flamengo, que marcou a primeira vitória do Flamengo na Vila Belmiro na HISTÓRIA dos campeonatos brasileiros. Quero que prestem atenção no segundo gol rubro-negro, ao 1:50 do video.

OWN GOAL!





Gelo à vista

23 07 2009

A expectativa é de termos a madrugada mais fria dos últimos 10 anos. A cama está quente agora, mas amanhã o bicho vai pegar.

Boa noite a todos.





Derrota patética na ilha

22 07 2009

Hoje tive a infelicidade de assistir, integralmente, à PATÉTICA derrota do Grêmio para o Avaí, por 1×0, no estádio da Ressacada, em Florianópolis. Quer dizer, assisti pela TV. Teria muita pena dos 1800 bravos tricolores que foram lá, cheios de esperança e saíram provavelmente cheios de dúvidas sobre o futuro da equipe.

símbolo do fracasso

símbolo do fracasso

Não vou fazer papel de profeta ou algo do gênero, muito menos de “sabe-tudo”. Mas vários defeitos que haviam ficado claros nos últimos jogos, inclusive no Grenal, foram MULTIPLICADOS no jogo de hoje.

Entendo que o time inteiro foi extremamente mal. O único momento de algum, digamos, brilho do Grêmio, foi o início do jogo, quando o time conseguiu acertar alguns passes e conseguiu oferecer algum perigo ao gol do Eduardo Martini. Mas o Grêmio descuidou absurdamente da defesa enquanto se jogava para o ataque, cometendo falhas bobas e correndo grandes riscos, que não foram convertidos em gols pela baixa qualidade técnica do Avaí.

Aí, resolveram não fazer nem mais ataque. Resolveram errar TODOS os passes. Resolveram parar de jogar.

Mesmo assim, o Avaí não fazia muito, por sua única incompetência. Mas o Grêmio quis ajudar, então Réver fez uma falta absurda, na meia lua da grande área, no ínicio do segundo tempo. Gol do Avaí.

Logo em seguida, o Avaí teve um jogador expulso. Qualquer time razoável teria conseguido virar o jogo e fazer até uma goleada num adversário tão frágil. Mas o Grêmio não é um time comum, parece que se apavora quando joga fora do Olímpico. A partir da expulsão, as chances de gol do Grêmio foram praticamente as mesmas do primeiro tempo, ou seja, nulas.

você diz TCHECO, eu vejo isso

Não consigo salvar ninguém do jogo de hoje. Todos foram péssimos. Maxi López foi ridículo, assim como Herrera, assim como os dois zagueiros. Nem fale de Tcheco e do Fábio Santos, duas nulidades absolutas. Mário Fernandes estava travado como no começo do Grenal, algo compreensivel para um jogador fora de sua função correta.

Enfim, mais uma derrota merecida, fora de casa, que praticamente alija o Grêmio de querer qualquer coisa melhor neste campeonato. Não sei o que pensar.





Cabeça Dinossauro no oitavo lugar no Google

22 07 2009

Neste momento, o blog Cabeça Dinossauro é o oitavo lugar na pesquisa do google para o termo.

Fazia tempo que eu não media isso, portanto, não sei exatamente qual foi a evolução. Lembro que alguns meses atrás, o blog não ficava nos primeiros lugares. Evidentemente, a música e o disco “Cabeça Dinossauro”, dos Titãs, recebem maior destaque na pesquisa.





Classificação – rodada 12

21 07 2009

Tabela Portugues 12r

E a classificação: