Empate com gosto de empada

7 08 2009

Título = NENHUM SENTIDO

Mas falando sobre o jogo, muitos estão dizendo que o Grêmio merecia ter vencido o jogo de ontem, contra o líder do campeonato, fora de casa. Pensando no que foi GERADO de jogadas na maior parte do jogo, a afirmativa é até verdadeira. Mas não de todo.

De um modo geral, o jogo começou com AMPLA vantagem palmeirense. O alviverde marcava VIVIDAMENTE a saída de bola, impedindo o Grêmio de jogar (está provado que, quando recebe uma marcação de pressão, o Grêmio tende a errar TODOS os passes) e chegando com muita rapidez no ataque, graças a Cleiton Xavier e Diego Souza. Adilson demonstrava grande insegurança e Fábio Santos… era Fábio Santos. Douglas Costa não teve o jogo fácil que se poderia imaginar e pouco acrescentou. Maxi Lopez geralmente cometia faltas na tentativa de vencer seus marcadores. Tcheco perdia bolas e Souza nem chegava a tê-las.

O que mais chamava a atenção – negativamente – era a facilidade com que o Palmeiras ganhava no jogo aéreo, na área gremista. Antes do gol, o Palmeiras teve pelo menos uns CINCO cruzamentos nos quais os atacantes, principalmente Obina, ganhavam da defesa tricolor. Vários lances com verdadeiro perigo. Sinceramente, o gol do Palmeiras até demorou a acontecer.

Fábio Santos teve que ser substituído aos 22 minutos, sentindo dores no pé. Entrou Jadilson em seu lugar que começou muito mal, mas depois melhoraria e se tornaria um destaque do jogo. Mais tarde soube-se que Fábio Santos foi diagnosticado com FRATURA no pé. Não se sabe por quanto tempo ficará afastado do time.

Aos 28 minutos, numa de tantas bolas alçadas na área tricolor, sempre com perigo, Wendell encontrou um LIVRÍSSIMO Cleiton Xavier, que simplesmente CUMPRIMENTOU Victor.

obrigado, ZAGA GREMISTA (Djalma Vassão/Gazeta Press)

"obrigado, ZAGA GREMISTA" (Djalma Vassão/Gazeta Press)

Geralmente, quando um time marca um gol enquanto está jogando melhor, ele costuma consolidar a vantagem. Raramente o time adversário consegue inverter rapidamente o status quo e passa a dominar o jogo. Felizmente, foi isso que aconteceu. Ao sofrer o gol, foi como se o Grêmio tivesse levado um CHOQUE pelo RETO e resolveu agir. Não sabia Muricy que, ao marcar o gol, sua equipe estava se DESPEDINDO do jogo.

Apenas três minutos foram necessários para que o Grêmio conseguisse o empate. Logo antes da jogada que originou o gol, o Grêmio tinha a bola no meio-campo e havia DUAS AVENIDAS absolutamente vazias no lado direito e ninguém para ocupar aquela área. A ausência do lateral custa caro ao tricolor. E Thiego é a PIOR SOLUÇÃO possível.

Mas foi este jogador que sofreu falta de Ortigoza no meio-campo, aos 31 minutos. Túlio cobrou rapidamente (e inteligentemente) para Souza, que abria livre pela direita. O meia gremista teve tempo de pensar e cruzar rasteiro para Maxi López, que chutou de primeira. A bola ainda desviou no zagueiro e tirou Marcos completamente do lance.

aiaiaiai (Raphael Falavigna/Terra)

"aiaiaiai" (Raphael Falavigna/Terra)

A partir daí, praticamente o jogo inteiro foi gremista. Ainda no primeiro tempo, Jadilson fez ótima jogada pela esquerda e cruzou rasteiro para Maxi López, que bateu forte, à queima-roupa. Marcos defendeu por puro reflexo.

O segundo tempo foi marcado por um domínio quase completo por parte do Grêmio, fruto especialmente da entrada de Rafael Marques, que deu segurança à defesa, área mais comprometida no primeiro tempo. Mesmo assim, o gol não acontecia. Douglas Costa foi substituido aos 33 minutos do segundo tempo, pois não estava participando muito do jogo mas Jonas não fez mais que ele.

(Agência Lance)

(Agência Lance)

Apenas alguns minutos depois da terceira substituição, Réver foi CABECEADO por Diego Souza e caiu estatelado no chão. Saiu de campo desacordado, fez tomografia em um hospital próximo do estádio e nada de errado foi detectado. A partir daí, o Grêmio jogou com um a menos e sofreu a tradicional pressão do time da casa que não está vencendo. Mesmo assim, tudo foi controlado e o Grêmio saiu do Palestra Itália com um importante ponto.

Importante, mesmo, será manter o ímpeto e vencer o Barueri no próximo domingo. Se isso acontecer, será mais fácil chegar aos 31 pontos no final do primeiro turno o que provavelmente não lhe dará nem o G4, mas com certeza valerá a afirmação da equipe em um momento crucial do campeonato.

Anúncios

Ações

Information

2 responses

7 08 2009
saulo

Sabia que ia ser um jogo muito disputado. Os dois times fazem boas campanhas.

Mas, pensei que o Palmeiras ia ganhar esse jogo porque o Grêmio não está demonstrando tanta força assim fora de casa.

Numa falta de atenção do Palmeiras, o Grêmio empatou a partida.

7 08 2009
Gustavo

O gol de empate do Grêmio foi realmente uma desatenção da defesa palmeirense. Mas depois disso só deu Grêmio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: