Capital da paz

16 06 2011

Logo que a gente chega em Assis, vê uma placa dizendo “capital da paz” (ou ‘cidade da paz’, não lembro direito), algo neste sentido. Faz todo o sentido.

Assis (ou Assisi, em italiano) é uma cidade localizada na região da Umbria, pertencente à província de Perugia, com cerca de 28000 habitantes, incluídas suas “frazioni”. Segundo a Wikipedia, a zona de Assis já era habitada desde o século IX a.C., mas passou a ter uma aparência mais “urbana” a partir de 399 a.C., quando os romanos a tornaram colônia, com o nome de Asisium. Podemos confirmar que boa parte dos edifícios atuais da cidade são oriundos da Idade Média. Sem dúvida, há muita história neste lugar…

Chegando lá, depois de 175 km e uns 20 túneis, soube que não poderia transitar nas poucas ruas da cidade de carro, pelo fato de serem ZTL. Eu até já imaginava isso. Então deixei a Vivaro num estacionamento subterrâneo na praça que fica na entrada da cidade e fomos a pé até o hotel, que também era “boutique”, mas desta vez, com 3 estrelas. O hotel se chama Hermitage e nós adoramos! Mesmo que tenha sido necessário subir um generoso lance de escadas para chegar até a sua recepção.


Aqui está a prova!

Realmente uma experiência em Assis comprova a placa na entrada da cidade: é impossível não sentir paz enquanto se caminha pelas quietas ruelas, quando abrimos a janela do quarto e vemos campos verdes e também ao escutar o cantarolar de pássaros. Apesar de ser uma cidade turística, parece que as pessoas são proibidas de emitirem ruídos, mesmo quando elas queiram. Apesar de passarmos eventualmente por grupos de estudantes e visitantes diversos, em nenhum momento a gente se sente incomodado com isso.

A cidade é muito pequena e não tem muitos pontos turísticos, por isso reservamos apenas uma tarde e uma noite para a sua exploração. Basicamente fomos às basílicas de seus principais e ilustres habitantes do passado: São Francisco e Santa Clara.

Não vou entrar no detalhe da história de São Francisco aqui, não é o meu objetivo. Podemos dizer que é surpreendente e triste e que as palavras-chave do franciscanismo são “humildade” e “pobreza material”. Realmente, essas características são bastante presentes nas suas basílicas (são duas, uma em cima da outra). Dentro da inferior (a mais simples e – na minha opinião – a mais interessante), há a cripta de São Francisco, que infelizmente estava em restaurações. Além disso tem um “tesouro”, uma sala com objetos pertencentes ao santo, incluindo uma de suas vestes, completamente esfarrapada e um cilício, usado por Francisco para auto-flagelo.

Depois cruzamos a cidade para o lado oposto ao da basílica de São Francisco, passando pelo “centrinho” de Assis e chegando à basílica de Santa Clara. Lá passamos apenas rapidamente, pois havíamos nos separado involuntariamente em dois grupos (a Gra e eu estávamos juntos e os outros 4 também) e demorou um pouco até que novamente nos encontrássemos. Apesar da pequeneza da cidade e da improbabilidade de se perder lá, eu temia que a infinidade de becos pudesse causar alguma confusão. Mas a lógica prevaleceu e logo nos reencontramos.

Apesar do pouquíssimo tempo em que estivemos em Assis, posso dizer que a cidade me encantou. São poucos lugares turísticos urbanos que conseguem realmente transmitir tranquilidade e serenidade como Assis consegue. Evidentemente não é um lugar para se ficar muito tempo, mas eu seguramente ficaria uns 3 dias lá, descansando e meditando. Me faria bem e aposto que ajudaria muita gente também.

Decidimos jantar num restaurante que ficava em frente à Basílica de São Francisco – foi excelente, todos gostaram muito de seus pratos.

Esse foi um rápido passeio, mas marcante. Todos os 6 ficaram encantados com a cidade e gostariam de voltar no futuro – quem sabe?

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: