Soprando o pó… Uma nuvem de poeira

24 02 2013

20130224-231540.jpg

Faz tempo… E eu fui deixando este espaço totalmente abandonado, embora um ou outro visitante desavisado se atrevesse a aparecer. Geralmente vindo através do Google, por causa dos meus posts sobre os Ramones (que estão inacabados e, sim, serão finalizados), ou por causa da nossa viagem sensacional à Ilha Grande (muitas saudades) ou mais, por causa da nossa ainda mais sensacional viagem à Itália, que foi ricamente documentada, admito.

Na verdade, a maioria veio por causa dos posts sobre futebol. Ainda deverei falar sobre isso, vez ou outra, mas pretendo ser breve. A vida é muito importante para se desperdiçar tempo demasiado com o LUDOPÉDIO.

A verdade é que a minha vida mudou demais nesse 1 ano e dois meses que eu estive ausente. Sou pai há exatos 1 ano e 1 mês, no idade hoje. Volta e meia ainda me lembro daquele quente dia de janeiro do ano passado e de todas as fortíssimas emoções que passei desde então. Mas não se assustem: o Gui nasceu super bem e vem se desenvolvendo maravilhosamente desde então. Sou suspeito pra falar, mas ele é incrivelmente lindo, não consigo parar de me encantar com ele.

Ainda no final de 2011 eu decidi deixar de trabalhar como funcionário da empresa onde estava há quase 9 anos. Um pouco pela dificuldade enorme que estava tendo para me recolocar no mercado de trabalho (aquecido só para os outros…) mas, principalmente para aproveitar algumas oportunidades que se apresentavam. O interessante é que a decisão foi tomada e executada às vésperas da chegada do meu filho – qualquer um me diria que o timing era péssimo. Mesmo assim, arrisquei. E, tenho que admitir, até agora não colhi nem uma fração dos resultados que esperava.

Outra coisa curiosa – e que poderia ter rendido muito material para este blog – é que o Gui nasceu quando eu estava no meio do meu MBA/Mestrado Executivo. Passei um ano inteiro do meu curso dividindo meu tempo livre com inúmeras e complexas leituras exigidas pelos professores e ficar com o meu filho. Caras, não foi fácil. E ainda houve uma excelente (mas “interminável”) viagem de estudos para Paris e Barcelona. 17 dias longe do meu filhote foi dureza. Agora estou na fase do Mestrado, portanto “apenas” tenho que desenvolver minha dissertação. Preciso buscar muita inspiração para conseguir executá-la com qualidade.

Acho que eu consegui resumir meu último ano e alcançar o tempo perdido. A sensação que dá é que o blog já volta a ter um pouco de vida. Mas isso só será verdade se houver leitores e comentários. Fiquem à vontade para me “incomodar” e continuem visitando meu blog.

Até mais, galera!





Volltarei

22 02 2013

Faz tempo. O último post é de dezembro de 2011. Meu filho nem tinha nascido ainda. E eu pensei seriamente em deletar esse blog, que provavelmente só deve ser visitado por engano.

Mas aí eu fiquei lendo alguns posts e disse pra mim mesmo (com uma certa falta de humildade, inclusive): “isso é bom demais pra ser deletado”. E quer saber? É mesmo! Mas deixar às moscas virtuais também não está certo.

Por isso, decidi VOLLTAR. Pela enésima vez. Já mudei o cabeçalho, deletei alguns links errados. Em seguida vou voltar a escrever. Torço para que seja em definitivo. Não por vocês, leitores que vieram até aqui por engano, através de pesquisas no Google com termos de busca às vezes muito estranhos. Mas por mim, pois o Cabeça Dinossauro sempre me fez muito bem.

Até MUITO BREVE!