Faiscando de tédio

31 10 2008

Quis o chamado destino que as 3 últimas partidas da 32a. rodada fossem realizadas pelo confronto de equipes que estão na zona de rebaixamento ou perto dela. No caso de um dos jogos, são dois times que nada mais têm a aspirar. Portanto = TÉDIO TOTAL.

O jogo entre Sport e Santos contou com pressão enlouquecida dos locais, mas Kléber Pereira, artilheiro isolado, não permitiu a alegria leonina. O Sport saiu na frente com Fumagalli e o negão santista empatou a contenda.

Fuma, FUMAGALLI

Fuma, FUMAGALLI

No Rio de Janeiro, a vitória anterior sobre o Goiás acendeu o espírito da torcida vascaína, que lotou o São Januário com mais de TRÊS MIL TORCEDORES (çlkfhasçlk – mentira, foram 22.000). Mas o apoio não deu muito certo e o Calhau quase saiu derrotado em casa.

O Vasco saiu na frente aos 27 do primeiro tempo, com Valmir, mas o Atlético Paranaense empatou quase no final do primeiro tempo, aos 43, depois de lance ridículo da zaga vascaína: o volante Mateus recuou a bola e Jorge Luiz, com a cabeça SABE-SE LÁ AONDE, ficou protegendo a bola, como se tivesse sido um jogador atleticano quem tivesse tocado por último. Na cobrança do escanteio, o paraguaio Julio dos Santos empatou o jogo para o Paranaense.

E foi um castigo: Pedro Oldoni virou o placar na primeira metade do segundo tempo. Obviamente o desespero tomou conta da equipe do Vasco. Apesar de boas chances do Atlético matar o placar, o baixinho feioso MÁDSON mandou um chinelaço de fora da área, encobrindo Galatto, aos 42 MINUTOS.

sou lindão

"sou lindão"

O placar é péssimo para as duas equipes, que continuam na zona de rebaixamento.

O terceiro jogo é aquele que não foi. Figueirense e Fluminense tiveram muitos problemas de falta de energia elétrica e o jogo teve de ser interrompido aos 15 minutos do primeiro tempo.

Aparentemente, a torcida do Figueira (todos os 12) jogou fitas coloridas dentro do campo, que foram arrastadas pelo vento forte e atingiram fios de eletricidade, provocando um curto-circuito e deixando o estádio às escuras. O árbitro esperou por UMA HORA E QUARENTA E CINCO MINUTOS, até que a luz fosse restabelecida. O jogo iniciou e o Fluminense foi pra cima do Figueira. Aos 12 minutos, Arouca recebeu dentro da área e mandou pras malhas.

E, aos 15, acontece um apagão deixando NO BREU não apenas o estádio, mas uma grande área ao redor. Aí o SENEME não teve mais saco e mandou todo mundo à PQP.

O jogo será reiniciado na próxima quarta-feira, dia 5/11, a partir dos 15 minutos do primeiro tempo e com o placar de 1×0 para o Fluminense. Uma situação inusitada, de fato.

Tabela atualizada:

E a CRASSIFICAÇÃO, sem contar com Figueirense x Fluminense, ÓBVIO:





Décimo-primeiro mandamento: não triunfarás fora de casa

27 10 2008

No último sábado, findou-se a trigésima-primeira rodada do Campeonato Brasileiro de 2008. Dois dos principais pleiteantes ao título fracassaram fora de casa, tornando a vida do Grêmio um pouco mais tranquila.

Seis partidas foram disputadas no final de semana. O Vasco, apesar de conseguir vencer o Goiás, fora de casa, não teve sorte, já que outros 2 times da zona de rebaixamento venceram seus jogos. Casualmente, foram os que ajudaram o Grêmio.

Bigode salvador

Não. Não estou falando de VALDIR BIGODE, lendário centroavante do Vasco. E sim, de Renê Simões, que pegou um Fluminense ainda mais enfraquecido depois da passagem do “chorão” Cuca (Loser com “L” maiúsculo) e o recolocou no caminho dos trunfos. Sob seu comando, o Fluminense goleou o Palmeiras por 3×0, placar construído no primeiro tempo e, de quebra, voltou a sair da zona de rebaixamento. Para certa infelicidade do tricolor carioca, sua vitória foi também comemorada pelos rubro-negros da Gávea, mas o Flu não tinha opção.

O primeiro gol, marcado de falta por Carlinhos, aos 14 minutos, contou com um frangaço do goleiro Marcos. Ele reclamou que Washington “fez menção” de meter o braço na bola, sem fazê-lo, no entanto. O movimento teria atrapalhado o goleiro, que engoliu um peruzão em uma bola fácil. O segundo gol do Fluminense foi marcado contra, em uma pixotada histórica da defesa palmeirense: depois de escanteio, Martinez tentou afastar a bola da área mas chutou em cima de Maurício. A bola voltou e entrou. Aparentemente esse foi o divisor de águas, que desnorteou os comandados de Vandeca e facilitou a vida de Júnior César, que marcou um belo gol recebendo passe açucarado de Conca, poucos minutos depois.

SÉRIE C, nunca mais

"SÉRIE C, nunca mais"

O forte calor do Rio de Janeiro dificultou as coisas para o Palmeiras, que não traduziu a maior posse de bola em jogadas ofensivas no segundo tempo. Os 45 minutos finais foram traduzidos na aceitação da impossibilidade verde de inverter o placar, jogando apenas para evitar um desgaste maior.

Com a vitória, o Fluminense foi a 34 pontos, saindo da zona de rebaixamento e ficando a 2 pontos do Náutico, 16o colocado e primeiro time a fugir do descenso, neste momento. O Palmeiras estacionou nos 55 pontos e caiu para a 5a colocação, saindo do G4 depois de muito tempo. Vale ressaltar que outros 2 times têm a mesma pontuação (Cruzeiro e Flamengo), mas o verdão perde nos critérios de desempate.

O furacão busca a recuperação

Em Curitiba, o segundo dos jogos mais importantes do final da rodada: conseguiria o estrelado vencer fora de casa e manter a perseguição ao Grêmio? A dúvida persistiu até o início do segundo tempo. O primeiro foi marcado por chances de gol para ambas as equipes, em um jogo equilibrado. O Cruzeiro teve um revés aos 20 minutos, quando Thiago Heleno foi expulso, tendo portanto um jogador a menos por quase todo o entrevero.

não precisa agradecer, TCHECO

"não precisa agradecer, TCHECO"

Mas, no segundo tempo, o Atlético finalmente chegou ao gol, em rebote aproveitado por Rafael Moura, que seria expulso mais adiante em lance idiota. O jogo continuou disputado, com chances para ambos os lados. No final, o Paranaense foi valente e conseguiu segurar uma importante vitória. Porém, mesmo com o trunfo, o Atlético continua na zona vergonhosa, agora com 31 pontos. O Cruzeiro permanece empatado com o Palmeiras e Flamengo, com 55, mas com maior número de vitórias que os dois concorrentes.

Chances matemáticas. Mas só isso

O Inter não perdeu fora. Também não ganhou. A primeira afirmação poderia parecer positiva, mas no atual cenário colorado, não é o caso. Somente a vitória interessava. Para termos uma idéia da situação, o Inter ficou em 47 pontos, a 8 do 4o colocado e último classificado à Libertadores. Significa que o Inter precisaria vencer 3 dos próximos 7 jogos e torcer para dois clubes entre Cruzeiro, Palmeiras e Flamengo perderem 3 partidas consecutivas, isso somente para passá-los em apenas 1 ponto. Quais são as chances disso acontecer?

Muito baixas, segundo Tristão Garcia, do Infobola e Marcelo Arruda, do Chance de Gol. Estes SAITES dão importantes informações estatísticas e definem chances de obtenção do título para cada um dos pleiteantes. No momento, o Inter não tem mais chances de título, segundo Tristão e tem 0,02%, segundo Marcelo. Para a Libertadores, o Chance de Gol dá 4,1% para o colorado, contra 3% do Infobola.

Para quem assistiu ao jogo, como foi o caso do Douglas, apesar dos 4 gols, a disputa foi marcada pela completa falta de COLHÕES, segundo ele. Não vi, portanto, não sei dizer. Só sei que o galo forte e brigador saiu na frente aos 6 minutos, com Castillo. O Inter só empatou no segundo tempo, com pênalti sofrido por Nilmar e convertido por Alex, EL PATEADOR.

se tu marcas, eu marco

"se tu marcas, eu marco"

O Inter ainda conseguiu virar, aos 23, com jogada de Alex concluída por Sandro. Mas o Atlético empatou novamente aos 29. A partir daí o Atlético começou a TOCAR O TERROR nos colorados, que se seguravam. Mas Nilmar chegou a marcar o que seria o terceiro gol, aos 44, porém em impedimento. Com o empate, o CAM chegou a 38 pontos e se mantém a 6 dos rebaixáveis. Porém, ainda tem chances de cair novamente para a B, segundo os matemáticos. O Infobola dá 5% e o Chance de Gol, 5,5%.

Outros resultados de sábado, 25/10

– 16:00 – Ipatinga 0 x 3 Botafogo: o clube mineiro praticamente vai decretando seu esperado rebaixamento, especialmente ao perder com tanta facilidade para um clube que faz campanha irregular. O Botafogo ultrapassou o Inter e vê a Libertadores com olhos pouco esperançosos.

– 18:20 – Santos 3 x 0 Figueirense: o alvinegro praiano resolveu entrar na zona de classificação à Sulamericana de 2009, após penar no rebaixamento por várias rodadas. A recuperação é visível e, aparentemente, irreversível. O clube catarinense precisa melhorar, sob pena de não poder realizar o sonho de jogar clássicos na série A, como sonham muitos moradores de Florianópolis.

– 18:20 – Náutico 1 x 1 Portuguesa: a vitória que tanto ajudaria o Náutico a respirar um pouco mais aliviado lhe foi retirada no finalzinho do jogo, pela Portuguesa. No final das contas, o empate foi ruim para ambos. A Portuguesa retornou a G-4, enquanto que o Náutico tem a mesma pontuação. Ambos os clubes correm riscos e são fortíssimos candidatos ao descenso.

Próxima rodada

Depois de muito tempo, voltaremos a ter duas rodadas em uma semana. No meio dela, a 32a rodada terá seus jogos na quarta e quinta-feira. Depois, a 33a rodada, com jogos no sábado e no domingo.

O principal jogo da próxima rodada é o confronto de 6 pontos entre duas equipes bem colocadas – o Cruzeiro, 3o colocado, recebe o Grêmio, líder isolado. O desfecho deste jogo pode ser crucial para o resultado final do campeonato. Mesmo com derrota gremista, o tricolor não deixará de ser líder nesta rodada – na pior das hipóteses, o São Paulo empataria em pontos, mas ficaria em 2o pelo número de vitórias. Um empate seria bom, já que impediria o Cruzeiro de avançar. Mas uma vitória gaúcha tornaria muito mais difícil a tarefa dos perseguidores.

Jogos de quarta-feira – 29/10

– 19:30 – Coritiba x Atlético-MG

– 19:30 – Portuguesa x Ipatinga

– 20:30 – Palmeiras x Goiás

– 20:30 – Internacional x Náutico

– 21:50 – Cruzeiro x Grêmio

– 21:50 – Botafogo x São Paulo

– 21:50 – Vitória x Flamengo

Jogos de quinta-feira – 30/10 – 20:30

– Sport x Santos

– Figueirense x Fluminense

– Vasco x Atlético-PR

Classificação definitiva da 31a rodada

>

Fotos e classificação extraídos do site GloboEsporte.





Marcando passo

20 10 2008

É difícil entender. Ao ver, no clássico paulistano, o resultado mais adequado para suas pretensões – o empate entre Palmeiras e São Paulo, o Grêmio novamente não aproveitou mais uma chance lhe dada pelos deuses para disparar na tabela e perdeu, sim, para a já rebaixada Portuguesa (essa piada não tem mais graça).

Foi um jogo tenebroso. O Maurício Noriega, do SporTV, tentava animar a todos (e a si mesmo), dizendo que o jogo estava aberto e bom de se ver. Mas isso é mentira, pois o jogo estava terrível, ninguém acertava uma jogada e as chances de gol foram poucas. Não dá para culpar o gramado do Canindé, que parecia estar em boas condições. Tampouco a formação do time, com os jogadores que estariam suspensos, caso o efeito suspensivo sobre a decisão do $TJD não tivesse sido obtido. Se a semana PAULO SCHMITT causou algum tipo de efeito nesses jogadores – é possível, mas com certeza, não serve como desculpa.

Os dois gols foram anotados no segundo tempo. Aos 10 minutos, com uma cabeceada de EDIGLÊ (sim, acho que só existe um com esse nome) e, no finalzinho, por EDNO.

Da parte do Grêmio, é importante ressaltar que o time voltou a brindar-nos com a excelente tática do BALÃO DA DEFESA PRO ATAQUE, que se mostrou eficientíssima. Morales não ganhou UMA. Essa tática deve funcionar com maestria contra o time da BRANCA DE NEVE E OS SETE ANÕES, quer dizer, caso a BRANCA DE NEVE seja a marcadora do Chengue, é capaz de não funcionar.

É claro que vários jogadores foram mal, não há como negar. Até o Victor, que fez boas defesas, quase rateou no comecinho do jogo, saindo mal em uma bola alçada na área por PATRÍCIO, que Washington quase mandou pras redes tricolores (em tempo:  o dia em que vimos Patrício Peitaço DEITANDO E ROLANDO, não poderia ser um bom dia mesmo).

Mas crucial foi a atuação de ORTEMAN, que entrou no segundo tempo. Cara, esse sujeito não pode entrar. NÃO PODE. Ele é RUIM DEMAIS. Errou simplesmente TUDO. A nota dele não foi nem ZERO, tem que ser NEGATIVA. E, falando sério, eu não vi esse careca jogar MEIA partida bem, no Grêmio. As partidas em que eu ouvi elogios sobre ele, eu não vi nada demais.

Sabem quando foi a última vitória do Grêmio fora de casa? Contra o Atlético Mineiro, na DÉCIMA-NONA rodada. Há 11 rodadas, portanto. Faz tempo.

Enfim, agora, além do Palmeiras tem também o Cruzeiro, a apenas um ponto do Grêmio. Sem falar no São Paulo, que também pode alcançar em apenas uma rodada. Significa que, bizarramente, caso o Grêmio perca a próxima rodada e os outros 3 ocupantes do G4 vençam, o tricolor cairia da liderança para a TERCEIRA colocação.

Isso não deve acontecer, pois o Grêmio joga em casa sua próxima partida, contra o Sport. O Palmeiras joga fora contra o Fluminense e o Cruzeiro, fora contra o Atlético-PR. Ambos times na zona de rebaixamento e, portanto, desesperados. Só o SPFW joga em casa, contra o Vitória.

Mas vamos falar antes da rodada:

Sábado – 18/10

– Figueirense 1 x 1 Ipatinga: jogo interessante, pois o Ipatinga empatou na finaleira do jogo, deixando-o um pouco menos morto. O Figueira continua numa situação perigosa, pois está a 4 pontos do primeiro rebaixado. Já o Ipatinga, não conseguirá sair da zona de rebaixamento se vencer seu próximo desafio, contra o Botafogo, em casa.

– Botafogo 0 x 1 Santos: o Botafogo tem demonstrado, ultimamente, um desgosto de jogar em sua casa, pois perdeu várias partidas recentes no Engenhão. A última neste sábado, contra o Santos que, com o resultado, afasta-se um pouco mais da zona de rebaixamento. Já o Botafogo, abandonou suas já remotas chances de título e vê tornar-se muito complicado mesmo uma expectativa de G4.

– Inter 2 x 1 Atlético-PR: não vi o jogo e ouvi dizer que o Inter não jogou bem. Mas contou com suas ESTRELAS para criar duas grandes oportunidades de gol, que foram aproveitadas. Os gols foram marcados por Nilmar e Alex. O Atlético descontou com Ferreira, depois de falha defensiva. Mas a vitória foi bem encaminhada. Porém, assim como o Botafogo, as chances coloradas de entrar no G4 são muito pequenas.

Domingo – 19/10

– 16:00 – Vitória 2 x 2 Fluminense: esse empate, combinado com o empate do Náutico e a vitória da Portuguesa, empurraram o Fluminense de volta à zona maldita. E o tricolor carioca não terá vida fácil, já que enfrentará o Palmeiras na próxima rodada. Infelizmente o Vitória já perdeu qualquer expectativa de conseguir alguma coisa melhor no campeonato, pois estacionou nos 44 pontos e está longe demais da zona da Libertadores. Portanto, é provável que eles já não tenham muito ímpeto contra o São Paulo, facilitando a vida do tricolor paulista.

– 16:00 – Palmeiras 2 x 2 São Paulo: o grande jogo da rodada. Ainda mais eletrizante ao se constatar que o São Paulo abriu 2 gols de vantagem no primeiro tempo, marcados por Rogério Ceni (de pênalti) e por Dagoberto, dando a entender que o Palmeiras teria que engolir essa. Porém, em 2 minutos, quase no final do segundo tempo, o Palmeiras conseguiu empatar o jogo, com Kléber e Leandro (contando com desvio de Dagoberto). Enfim, jogo eletrizante no Palestra Itália e um resultado que, no final das contas, foi bom para o Grêmio – que infelizmente não aproveitou a chance.

– 16:00 – Atlético-MG 0 x 2 Cruzeiro: na semana dos clássicos, o Cruzeiro fez valer sua superioridade técnica e lascou 2 no galo depenado. Os gols foram marcados por Jonathan, aos 42 do primeiro tempo e por Guilherme, aos 47 do 2o. Com a vitória, o Cruzeiro empatou em pontos com o Palmeiras e passou à sua frente no número de vitórias. E, além de tudo, conseguiu a incrível marca de 4 vitórias em 5 clássicos disputados no ano, sendo que o outro resultado foi um empate. O Atlético não vence o Cruzeiro há 8 clássicos. Mais um banho de água fria num centenário a ser esquecido pelos atleticanos.

– 16:00 – Coritiba 1 x 1 Goiás: o Coritiba empatou em casa com o Goiás, permitindo ao Inter permanecer à frente destas duas equipes. Creio que nenhuma delas disputa algo mais neste campeonato, especialmente depois deste resultado.

– 18:10 – Portuguesa 2 x 0 Grêmio: já falei bastante, CERTO?

– 18:10 – Sport 2 x 2 Náutico: outro clássico bastante emocionante. O Náutico saiu na frente aos 18 do primeiro tempo, com Gilmar. O Sport empatou ainda no primeiro tempo, aos 48, com Durval, o zagueiro goleador (o FDP tem 6 gols no campeonato!). Depois o Leão virou com Roger, no comecinho do segundo tempo e o Timbu empatou aos 14 minutos do segundo tempo, com Felipe. O empate serviu ao Náutico para se manter fora da zona de rebaixamento, mas continua muito próximo dela.

– 18:10 – Vasco 0 x 1 Flamengo: no “Clássico dos Milhões”, as duas maiores torcidas do Rio de Janeiro em situações bem opostas. Apenas 37.000 pagantes em um jogo, segundo comentários, horrível. O único gol da partida foi aos 43 do primeiro tempo, marcado CONTRA, por Jorge Luiz, num carrinho muito estranho e infeliz. Apesar do Flamengo ter tido DUAS expulsões, não foi suficiente para o TERRÍVEL time do Vasco inverter o placar. Com isso, afundou-se na lanterna, com 27 pontos, sendo que mesmo vencendo seu próximo desafio, o Vasco não sairá do G-4.

A próxima rodada será, novamente, “espalhada” pela semana, pois no final dela, teremos o segundo turno das eleições nas principais cidades brasileiras. E, no meio da semana, alguns times jogarão pela Sul-Americana. Portanto, um jogo na quarta feira (Goiás x Vasco), 3 jogos na quinta (Grêmio x Sport, São Paulo x Vitória e Flamengo x Coritiba) e 6 jogos no sábado (Ipatinga x Botafogo, Fluminense x Palmeiras, Santos x Figueirense, Atlético-MG x Internacional, Atlético-PR x Cruzeiro e Náutico x Portuguesa).

Classificação após 30 rodadas:

Foto: Globoesporte.com. Tabela de classificação: Terra





Visitas desagradáveis

13 10 2008

O final da vigésima-nona rodada do Brasileirão 2008 reservou um momento para os visitantes malas – aqueles que não sabem se comportar na casa do adversário.

Enquanto que nos seis primeiros jogos da rodada, disputados na quarta e na quinta-feira, os visitantes no máximo proporcionaram empates, nos últimos 4 jogos, disputados no sábado, em dois deles ocorreu empate e nos outros dois, as equipes da casa se deram mal.

maracanã lotado? ADORO!

"maracanã lotado? ADORO!"

Diante de 81 mil torcedores, que acreditaram nas declarações do presidente do Flamengo, Márcio Braga, que disse que o Flamengo estava se preparando para a grande festa do hexacampeonato, o rubro-negro foi HUMILHADO pelo Atlético Mineiro, que venceu por 3 a 0, com direito a frango do Bruno e muito mais.

O placar fez com que o Flamengo voltasse a se distanciar do topo da tabela – são 7 pontos que o separa do Grêmio – além de tropeçar no momento em que o G4 está definido. Caso tivesse vencido, o Flamengo teria se mantido na quarta colocação, empatado em pontos com o Cruzeiro e o São Paulo, que venceram seus compromissos da rodada.

Apesar do vexame, é evidente que o Flamengo ainda tem grandes chances de conseguir a classificação para a Libertadores, já que está a apenas 3 pontos do G4. No entanto, terá um clássico pela frente, ainda que contra um fragilizado Vasco. A favor do Flamengo, outros adversários também terão clássicos na próxima rodada: o Palmeiras jogará contra o São Paulo e o Cruzeiro, contra o Atlético Mineiro. Isso conta a favor do Grêmio também, que jogará com a Portuguesa na 30a rodada.

O outro resultado em que o visitante não respeitou o anfitrião foi na Arena da Baixada. O Fluminense, que até então segurava a lanterna, resolveu dar uma alegria ao técnico BELCHIOR e venceu o Furacão por 3×1, os três gols anotados pelo CORAÇÃO VALENTE.

é nóis

"é nóis"

A vitória tirou o Flu da zona de rebaixamento e empurrou o Atlético-PR para lá.

Em casa, a Portuguesa apenas empatou com o Coritiba e continua na zona de rebaixamento. Já o Coxa não conseguiu aproximar-se do G4 e continua apenas como um dos melhores classificados para a Sulamericana.

Em Goiânia, parecia que o Inter conseguiria desmentir seu passado de maus resultados fora de casa e vencer o Goiás, já que saiu na frente no placar, aos 7 minutos do primeiro tempo, com Andrézinho, após grande jogada de Nilmar. Porém, com o passar do jogo, o Goiás encontrou-se em campo e passou a dominar o jogo. O empate aconteceu aos 36 do primeiro tempo, com Fahel e, dois minutos depois, marcou pênalti inexistente de Ricardo Lopes (que levou amarelo) sobre Thiago Feltri. Mas Iarley, COLORADO, bateu um tijolaço pra fora, para fazer justiça.

el justiciero tcha tcha tcha

"el justiciero tcha tcha tcha"

Depois do pênalti, o jogo foi amorcegado e ninguém merecia marcar. Para o azar do Inter, nos acréscimos, Ricardo Lopes levou segundo amarelo e, consequentemente, o vermelho, desfalcando a equipe no próximo jogo, contra o Atlético Paranaense.

O empate foi prejudicial às duas equipes, que veem suas chances de chegar ao G4 serem diminuídas consideravelmente, estacionando no meio da tabela.

Em resumo: esta rodada teve 3 vitórias dos 5 primeiros colocados, um empate e uma derrota. Também definiu a saída de um dos grandes clubes brasileiros da zona de rebaixamento enquanto uma delas continua firme rumo à Série B.

Resultados de sábado – 11/10 (todos os jogos às 18:20)

– Goiás 1 x 1 Internacional

– Flamengo 0 x 3 Atlético Mineiro

– Atlético Paranaense 1 x 3 Fluminense

– Portuguesa 0 x 0 Coritiba

E a classificação atualizada, após 29 rodadas completas:

A próxima rodada acontecerá somente no final de semana, pois, na quarta-feira, haverá jogo da seleção brasileira, pelas eliminatórias da copa de 2010.





5 dentro, 15 fora (rodada 28)

6 10 2008

A vigésima-oitava rodada do Brasileirão 2008 foi marcada pela vitória dos 7 primeiros colocados, aumentando a distância dos 5 primeiros em relação ao segundo pelotão. Neste momento, Palmeiras e Grêmio dividem a liderança, com 53 pontos ganhos, seguidos por Cruzeiro, Flamengo e São Paulo, os 3 com 49 pontos. Como o atual sexto colocado, o Coritiba, tem apenas 44 pontos, entendo que já não está mais na disputa pelo título e terá muita dificuldade para conseguir uma vaga para a Libertadores de 2009.

soltei a franga. ui!

"ui. descontrolei"

 Após a TUNDA de domingo passado, o Grêmio precisava urgentemente reencontrar o caminho das vitórias, diante de uma desconfiada torcida. Ainda mais, SEXY HOT não contava com o capitão Tcheco, expulso no Grenal nem com PEREIRÃO, lesionado no mesmo jogo. Portanto, Rothweiler promoveu um TROCA-TROCA, o primeiro desde o início do campeonato, com várias modificações na formação inicial. Com isso, Thiego entrou no lugar de Jean, Felipe Mattione finalmente substituiu Paulo Sérgio, Hélder entrou no lugar de Anderson Pico, Soares no lugar de Marcel PEREA e Morales no lugar de Perea MARCEL. Em virtude da expulsão de Tcheco, houve a estréia de Douglas Costa na equipe principal. E que estréia.

oi

"oi"

Infelizmente o gol do Botafogo ocorreu, novamente, com falha de Victor. Impossível não lembrar que Victor falhou nos dois jogos contra o Botafogo. Importante dizer que eu não assisti o jogo, portanto, não sei se o goleiro fez boas defesas durante a partida. Normalmente as falhas dos goleiros sempre são mais salientes – essa é a sina dos arqueiros.

Mas o Grêmio empatou poucos minutos depois, aparecendo a estrela de Douglas Costa, a nova revelação tricolor, marcando lindo gol de fora da área e enlouquecendo os mais de 33.000 pagantes presentes no Olímpico. O Grêmio virou com Rever, aos 18 minutos do segundo tempo. Antes disso, CHENGUE Morales perdeu gol sem goleiro, dentro da área.

Aparentemente o Grêmio não jogou bem. Mais importantes são os 3 pontos e a manutenção da corrida ao título. Aparentemente Mattione mostrou que merece ser titular da ala direita e Rever é o xerife da área, com muita tranquilidade e qualidade – relatos dão conta de que foi o melhor jogador em campo.

Bêbado de alegria

O Palmeiras enfrentou, no Palestra Itália, seu algoz de 2007, que o impediu de disputar a Libertadores em 2008 – o Atlético Mineiro. O Galo saiu na frente, no primeiro tempo, com Renan Oliveira, recebendo assistência de Marques, após falha de Maurício. Mas o mesmo veterano Marques cometeu um erro infantil, ao colocar a mão na bola, intencionalmente, num lance sem risco para o clube mineiro. Como já tinha cartão amarelo, foi expulso, o que ajudou o Palmeiras a inverter o placar, chegando a 3×1 e mantendo a ponta da tabela.

O destaque do jogo foi a cena abaixo:

A dança dos cisnes

O colorado, embalado por 4 vitórias seguidas, sendo a última por no Grenal, estava motivadíssimo a sair de Curitiba com mais uma vitória, desta vez contra o coxa. Mas os alviverdes mostraram que não estão dispostos a vender sua alma tão facilmente. Debaixo de forte chuva e com direito a frangaço, o Coritiba venceu o Internacional por 4×2, voltando a tornar mais distante o sonho colorado de disputar a Libertadores no ano de seu centenário.

eu, eu, eu, colorado se deu mal

"eu, eu, eu, colorado se deu mal"

O primeiro gol foi colorado e, vejam só, foi contra: depois de cruzamento de Ricardo Lopes, o zagueiro Maurício dividiu com Nilmar e chutou contra seu próprio gol. Mas não demorou muito para Clemer retribuir a gentileza. Não tenho como explicar, vejam o vídeo:

Depois disso, o Coritiba fez outros 3 gols e só no final do jogo, o Inter diminuiu. Com isso, o coxa foi a 44 pontos e ultrapassou o Inter, que permaneceu com 42, agora na 10a colocação. Porém, o abismo de 5 pontos que separa o Coritiba, sexto colocado, do São Paulo, quinto, é um indício de que apenas os 5 primeiros estão com chances de título. Inclusive, estima-se que, para o Internacional conseguir a vaga para a Libertadores, teria que vencer 8 dos próximos 10 jogos, uma tarefa praticamente impossível.

Outros resultados da rodada

Quarta (1/10)

– Fluminense 1 x 1 Goiás: com o resultado, o Fluminense continua na zona da merreca, enquanto que o Goiás mantem sua impressionante marca de 6 jogos de invencibilidade, sendo 5 vitórias e um empate. Cuca disse XAUXAU mais uma vez, depois desse resultado. Em seu lugar, contratou Renê Simões, UM BRASILEIRO.

Quinta (2/10)

– Cruzeiro 1 x 0 Sport: a raposa continua vencendo e Adilson continua sendo vaiado. A torcida cruzeirense descobriu o mapa da mina, ao passo que a gremista perdeu a chance de continuar vaiando Roth e manter o bom ritmo. O Sport tá disputando o campeonato só pela FUZARCA.

– Vitória 3 x 1 Portuguesa: o time baiano continua tentando respirar e buscar algo mais neste campeonato, enquanto a Portuguesa definha.

Sábado (4/10)

– 16:00 – Ipatinga 1 x 3 São Paulo: o SPFW fez o que tinha que fazer e venceu o Ipatinga, mesmo fora de casa, não repetindo o fiasco do empate em casa no primeiro turno. Assim, continua em quinto mas mantem os 4 pontos de diferença para Grêmio e Palmeiras.

– 18:20 – Náutico 0 x 2 Flamengo: o rubro-negro continua querendo. E, até onde se vê, está podendo.

– 18:20 – Santos 4 x 0 Atlético-PR: o Santos, próximo adversário do Grêmio, mostra que não é o mesmo do primeiro turno e deverá criar problemas para o tricolor. Já o patético…

– 18:20 – Vasco 2 x 4 Figueirense: o próximo adversário do Palmeiras também fez bonito e venceu o lanterna no Rio de Janeiro (a/c SEXY HOT). Já Renato Portaluppi está pedindo auxílio ao EXÉRCITO e ao CAPITÃO NASCIMENTO para garantir a segurança em São Januário.





Rodada 24 – parte 1 de 3

4 09 2008

Com a sub-divisão da sub-divisão do campeonato brasileiro, em virtude do jogo da odiosa seleção brasileira contra o Chile, tivemos 4 partidas do PARINTÃO 2008 ontem, teremos mais duas HODJE e outras 4 no sábado. Evidentemente, tenho que agradecer muito à CBF, assim posso ampliar minha pauta, com mais posts do que o usual.

Mas vamos ao que interessa. Deixo claro que não assisti a NENHUM dos jogos, o que me deixa livre para divagar e falar o que quiser, sem o menor comprometimento com a realidade.

– Goiás 4 x 0 Atlético Paranaense: o Goiás, definitivamente, não é mais aquele que levava SOVAS FORMIDÁVEIS de quase todas as equipes no Brão. E a fome de vingança dos esmeraldinos é exemplar. Não se contentam com menos do que a humilhação total e irrestrita de seus adversários. A bola da vez foi o já rebaixado (a/c LUSA) Furacão.

– Santos 2 x 0 Vitória: Peixe diz: não admito mais perder na vila! Acarajé diz: ôxe, meu rei, não se AVEXE e mete doisinho em nóis. O Santos sai da zona de rebaixamento e o Vitória, marca passo mais uma vez. Mas ainda tem chances reais de voltar ao G4.

– Figueirense 2 x 3 Flamengo: O rubro-negro, jogando em casa (mais torcida do Flamengo do que do Figueirense, imagino), virou o primeiro tempo com 2×0 nas fuças catarinenses. O time da ilha meteu unzito e botou pressão nos caiojunenses, mas Leo Moura fez outro e acalmou os ânimos florianopolitanos. TADEU, o renegado, fez mais um pro Figueira já aos 47.

– Atlético Mineiro 1 x 1 São Paulo: no Mineirão, o São Paulo saiu ganhando com gol contra, no primeiro tempo, mas cedeu o empate no segundo. Embora esteja a 7 pontos do rebaixamento, o time do CAM joga mal pra caramba e certamente desperta medo nos torcedores galos. Este empate deixa o SPFW mais longe do G4, em sexto lugar, podendo ser ultrapassado pelo Coritiba, caso ganhe do Botafogo, sábado.

Hoje teremos Vasco x Cruzeiro, em São Januário e Palmeiras x Sport, no Palestra Itália. Ambos jogos interessam POR DEMAIS ao tricolor gaúcho, especialmente o do Verdão. Se Sandro Goiano cumprir o que prometeu, o Grêmio terá a chance de aumentar a distância em relação a seus oponentes ou, pelo menos, não diminui-la demais.





O melhor em 19 jogos

10 08 2008

Ontem, o tricolor gaúcho continuou desmentindo qualquer resquício de lógica e não somente venceu, mas goleou o Clube Atlético Mineiro em Belo Horizonte, por 4 a zero. A forma com que o Grêmio alcança seus resultados espanta, não pela facilidade, já que eles não tem sido tão fáceis assim, mas pela solidez. O tricolor tem jogado com muita tranquilidade, muito mais que seus adversários. E aproveita o desespero alheio, sem dúvida alguma. VICTOR também tem feito MUITA diferença (estátua para ele DJÁ).

"não sei que estarrrr a acontecerrrrr"

 Com a vitória, o tricolor foi a 41 pontos e garantiu a primeira colocação ao final do primeiro turno. Não acredito em superstições, por isso, não farei grande menção a isso. Mas o que é realmente relevante é o desempenho sensacional do Grêmio.

Demais jogos de ontem

– Flamengo 1 x 0 Atlético-PR: placar magro, mas suficiente para fazer o Flamengo reencontrar o caminho da vitória. Além disso, a torcida rubro-negra (do RJ) tem mais um motivo para comemorar, aparentemente: está praticamente certa a contratação de Marcelinho Paraíba pelo time da Gávea.

– São Paulo 2 x 1 Goiás: Pedro Iarley bem que tentou (marcou gol), mas o SPFW conseguiu mais um triunfo em casa e começa a cutucar o Palmeiras.

Mais tarde, os resultados de hoje.