Derrota patética na ilha

22 07 2009

Hoje tive a infelicidade de assistir, integralmente, à PATÉTICA derrota do Grêmio para o Avaí, por 1×0, no estádio da Ressacada, em Florianópolis. Quer dizer, assisti pela TV. Teria muita pena dos 1800 bravos tricolores que foram lá, cheios de esperança e saíram provavelmente cheios de dúvidas sobre o futuro da equipe.

símbolo do fracasso

símbolo do fracasso

Não vou fazer papel de profeta ou algo do gênero, muito menos de “sabe-tudo”. Mas vários defeitos que haviam ficado claros nos últimos jogos, inclusive no Grenal, foram MULTIPLICADOS no jogo de hoje.

Entendo que o time inteiro foi extremamente mal. O único momento de algum, digamos, brilho do Grêmio, foi o início do jogo, quando o time conseguiu acertar alguns passes e conseguiu oferecer algum perigo ao gol do Eduardo Martini. Mas o Grêmio descuidou absurdamente da defesa enquanto se jogava para o ataque, cometendo falhas bobas e correndo grandes riscos, que não foram convertidos em gols pela baixa qualidade técnica do Avaí.

Aí, resolveram não fazer nem mais ataque. Resolveram errar TODOS os passes. Resolveram parar de jogar.

Mesmo assim, o Avaí não fazia muito, por sua única incompetência. Mas o Grêmio quis ajudar, então Réver fez uma falta absurda, na meia lua da grande área, no ínicio do segundo tempo. Gol do Avaí.

Logo em seguida, o Avaí teve um jogador expulso. Qualquer time razoável teria conseguido virar o jogo e fazer até uma goleada num adversário tão frágil. Mas o Grêmio não é um time comum, parece que se apavora quando joga fora do Olímpico. A partir da expulsão, as chances de gol do Grêmio foram praticamente as mesmas do primeiro tempo, ou seja, nulas.

você diz TCHECO, eu vejo isso

Não consigo salvar ninguém do jogo de hoje. Todos foram péssimos. Maxi López foi ridículo, assim como Herrera, assim como os dois zagueiros. Nem fale de Tcheco e do Fábio Santos, duas nulidades absolutas. Mário Fernandes estava travado como no começo do Grenal, algo compreensivel para um jogador fora de sua função correta.

Enfim, mais uma derrota merecida, fora de casa, que praticamente alija o Grêmio de querer qualquer coisa melhor neste campeonato. Não sei o que pensar.

Anúncios




Fiasquinhos tricolores

1 06 2009

O Grêmio ontem mostrou claramente que não é confiável. Tinha um jogo contra uma equipe tecnicamente frágil, com seríissimos problemas ofensivos e uma chance de ouro para permanecer à espreita da liderança do campeonato. Mas conseguiu uma façanha: apresentar futebol pior do que o do Vitória. A derrota veio nos acréscimos do segundo tempo, mas o merecimento por ela se deu em todos os 90 minutos de jogo.

A única modificação relevante no time foi no meio-campo, com o ingresso de Túlio no lugar de Tcheco, que foi poupado e nem fardou. Depois de muito tempo, o time voltou a jogar com dois volantes. Isso não deu muito certo, o excesso de comportamento defensivo fez com que o Grêmio jogasse quase que exclusivamente em seu campo, tendo muitas dificuldades para manter uma sequencia de passes razoável. O Vitória, mais organizado, aproveitou-se disso e teve muito volume de jogo, especialmente através de Apodi, pela direita. A defesa gremista conseguia afastar a maioria das bolas, mas falhou em vários lances, especialmente no primeiro tempo.

Aos 26 minutos, Victor cometeu pênalti em Neto Baiano, mas o árbitro, Wagner Tardelli, não marcou. Três minutos depois, Alex Mineiro é empurrado dentro da área baiana, o juiz novamente não assinalou.

O segundo tempo foi bastante ruim, mesmo o Vitória não conseguia manter seu ímpeto ofensivo do primeiro. Jadilson e Jonas entraram nos lugares de Adilson e Alex Mineiro. O segundo foi expulso, ao tomar dois cartões amarelos num intervalo curto de tempo. O primeiro melhorou um pouco o apoio pela esquerda, mas muito muito pouco mesmo.

O Vitória merecia vencer por ser o único time que realmente buscou a vitória desde o início do jogo. Mas aposto que nem Leandro Domingues imaginava que conseguiria mandar um canudaço tão lindo no ângulo direito de Victor. Absolutamente indefensável.

O resultado colocou o Vitória novamente na vice-liderança, com 9 pontos.

Jogo jogado

Todos já sabiam que o Inter colocaria time misto contra o fraco Avaí. E todos também sabiam que, ainda assim, o colorado era amplamente favorito na disputa. Deu-se a lógica e o Inter venceu o confronto por 2×1, sendo que o tento da equipe de Florianópolis deu-se por cobrança de pênalti, num lance em que não ocorreu falta e foi fora da área. Erro duplo de Sálvio Espínola Fagundes. Menos mal que o time venceu mesmo assim.

O troco (1)

Um tricolor não fez feio ontem: o São Paulo, intrigado com seu mau início de campeonato, resolveu ir à forra e meteu 3×0 no Cruzeiro, devolvendo a derrota que sofreu para o mesmo time no meio da semana, porém, pela Libertadores. Os gols foram de atacantes: Washington, Borges e Dagoberto. Primeira vitória do tricolor paulista, que foi a 5 pontos.

O troco (2)

Um mês depois, o Santos teve a chance de devolver o revés que sofreu na final do campeonato paulista. Na Vila Belmiro, o peixe não tomou conhecimento do time misto corinthiano e meteu 3×1 no time de Mano Menezes, que faz companhia ao Grêmio na metade inferior da tabela, com 4 pontos.

Resultados da quarta rodada

Campeonato Brasileiro – Série A – 4a. Rodada
Data Hora Cidade Estádio Jogo
30/05 18:30 Rio de Janeiro Engenhão Botafogo 2 x 2 Sport
30/05 18:30 Curitiba Couto Pereira Coritiba 1 x 3 Goiás
30/05 18:30 Belo Horizonte Mineirão Atlético Mineiro 0 x 0 Santo André
31/05 16:00 São Paulo Morumbi São Paulo 3 x 0 Cruzeiro
31/05 16:00 Santos Vila Belmiro Santos 3 x 1 Corinthians
31/05 16:00 Recife Aflitos Náutico 1 x 1 Fluminense
31/05 16:00 Rio de Janeiro Maracanã Flamengo 2 x 1 Atlético-PR
31/05 16:00 Salvador Barradão Vitória 1 x 0 Grêmio
31/05 18:30 Barueri Arena Barueri Barueri 2 x 2 Palmeiras
31/05 18:30 Porto Alegre Beira-rio Internacional 2 x 1 Avaí

Não consigo colocar a classificação pois a minha empresa “barrou” os uploads de imagens. Vejam a classificação atualizada aqui.

Campeonato Brasileiro – Série A – 4a. Rodada
Data Hora Cidade Estádio Jogo
30/05 18:30 Rio de Janeiro Engenhão Botafogo 2 x 2 Sport
30/05 18:30 Curitiba Couto Pereira Coritiba 1 x 3 Goiás
30/05 18:30 Belo Horizonte Mineirão Atlético Mineiro 0 x 0 Santo André
31/05 16:00 São Paulo Morumbi São Paulo 3 x 0 Cruzeiro
31/05 16:00 Santos Vila Belmiro Santos 3 x 1 Corinthians
31/05 16:00 Recife Aflitos Náutico 1 x 1 Fluminense
31/05 16:00 Rio de Janeiro Maracanã Flamengo 2 x 1 Atlético-PR
31/05 16:00 Salvador Barradão Vitória 1 x 0 Grêmio
31/05 18:30 Barueri Arena Barueri Barueri 2 x 2 Palmeiras
31/05 18:30 Porto Alegre Beira-rio Internacional 2 x 1 Avaí