Tá magrinho

9 01 2009

Desnecessário comentar.

Anúncios




Futebol: esporte aquático

18 08 2008

Ontem tivemos o fechamento da vigésima rodada, a primeira do segundo turno do campeonato brasileiro de 2008. Os líderes estão mais líderes. E a coisa está ficando PRETA para quem veste VERMELHO.

Eu estive no estádio Olímpico Monumental, para apoiar o Grêmio no duelo de tricolores. A chuva caía desde a manhã em Porto Alegre, em menor intensidade comparativamente ao domingo quando houve o jogo contra o Palmeiras (está provado que os times paulistas trazem chuvas). Mas chovia, inclusive no horário do jogo, o que me obrigou a utilizar capa de chuva, mas nem por isso deixei de me ensopar, principalmente nos pés.

40.000 pessoas estiveram presentes no Olímpico, apesar da chuva. É o maior público do estádio neste ano, até agora Foi um dos maiores públicos do Olímpico, neste ano. Infelizmente a chuva fez com que muitos sócios deixassem de ir pro jogo, diminuindo a expectativa.  De qualquer forma, todos os ingressos postos à venda foram comercializados, portanto,  a renda foi bastante expressiva (cerca de R$ 750.000).

A vitória por 1×0 denuncia jogo equilibrado, como era de se esperar para o confronto. Na verdade, o SPFW pouco fez por “merecer” um gol, embora tenha tido algumas chances de marcar, especialmente no segundo tempo. Mas o Grêmio dominou o jogo e a maioria das bolas recuperadas pelo São Paulo invariavelmente retornavam à posse do tricolor gaúcho, por erros cometidos pelo time paulistano.

O gol do Grêmio foi anotado cedo, aos 8 minutos, em cruzamento de MARCEL (é isso mesmo) para PEREA, que estava a UM METRO E TRINTA E TRÊS CENTÍMETROS do último marcador paulista (é isso mesmo). Mesmo assim, o da bandeira nada fez. O mais incrível de tudo é que o gol foi meio bisonho, pois a bola bateu meio sem querer na barriga do colombiano, desviando do goleiro Rogério Ceni. Mas foi validado e isso é o que importa. No final do jogo, Reinaldo foi lançado e arrancou a toda, passou por dois zagueiros e jogou no canto esquerdo de Ceni. A bola bateu no poste e voltou para Reinaldo que concluiu… para fora! Um gol MUITO feito. Mas a vitória se manteve. No primeiro turno o confronto havia sido 1×0 para o Grêmio, também.

Demais jogos da rodada:

Sábado 16/8 – 18:20

– Figueirense 2 x 1 Portuguesa: o Figueira quase empatou, mas conseguiu retormar a vantagem no final do jogo. Com isso, foi um dos dois clubes que ultrapassou o Inter nesta rodada. No primeiro turno, havia sido 5×5, em São Paulo.

– Atlético-PR 5 x 0 Ipatinga: o furacão ensina aos demais times o que deve ser feito contra um aglomerado de cones de trânsito. No primeiro turno, havia sido 1×0 para o Atlético, no Ipatingão.

– Cruzeiro 2 x 1 Vitória: o vice-líder ia repetindo o placar do primeiro turno, até que o Vitória resolveu descontar. Assim, o time mineiro mantém a perseguição ao Grêmio, enquanto o Vitória, após vários confrontos contra times da parte de cima da tabela – coincidentemente jogou contra Grêmio, Palmeiras e Cruzeiro quase em sequência – estacionou. No primeiro turno, tinha sido 2×0 para o Cruzeiro.

domingo 17/8

– 16:00 – Vasco 4 x 0 Internacional: o Inter foi ao RJ com a intenção de sair de lá com outra vitória (havia vencido o Vasco por 1×0 no primeiro turno), mas foi surpreendido, aos 19 minutos do primeiro tempo com um lance inacreditável: o zagueiro Bolívar recua a bola para Clemer com força e o goleiro tenta espanar, mas erra a bola, acertando uma rosca de canela e a bola vai para trás, entrando em seu próprio gol.

Veja o lance:

Depois ainda haveria um lance polêmico, em que o zagueiro vascaíno tirou uma bola com o braço, dentro da área – pênalti sonegado ao Inter. Porém, no segundo tempo, a vantagem cruzmaltina foi muito superior e o time da cada marcou 3 outras vezes, decretando mais uma goleada, como tem sido de praxe em São Januário.

– 16:00 – Goiás 3 x 0 Náutico: nenhuma surpresa neste resultado – o Timbu será rebaixado.

– 16:00 – Santos 2 x 2 Flamengo: jogo movimentado na Vila Belmiro. O Flamengo abriu o placar aos 8 minutos, com Leonardo Moura, num lance incrível: após o chute do lateral direito flamenguista, a bola ricocheteou em dois jogadores do Santos, enganando totalmente o goleiro.  Aos 19 minutos, Maicon Leite se lesionou gravemente em dividida com o goleiro do Flamengo e provavelmente não jogará mais este ano.

acho que eu senti uma fisgada, professor

"acho que eu senti uma fisgada, professor"

Porém, o Santos empatou e virou com dois gols de Kléber Pereira, artilheiro do campeonato com 13 gols. No segundo tempo, Domingos fez pênalti em Ibson, convertido por Leonardo Moura, novamente. O empate deixa o Santos na penúltima posição do campeonato, a frente apenas do Ipatinga. No primeiro turno, havia sido 3×1 para o Flamengo.

– 18:10 – Fluminense 1 x 0 Atlético-MG: todos tiram uma lasquinha do Galo assado (0x0 no primeiro turno).

– 18:10 – Sport 0 x 1 Botafogo: a estrela solitária continua fazendo história e marcando a melhor arrancada deste campeonato, passando agora a figurar no G4. O Botafogo havia vencido o jogo no primeiro turno, por 2×0.

– 18:10 – Palmeiras 1 x 0 Coritiba: jogo difícil, o gol palmeirense foi anotado pelo vice-líder da artilharia – Alex Mineiro, no segundo tempo. Com o placar, o Palmeiras manteve-se na terceira colocação, com 37 pontos, três a mais que o Botafogo e dois a menos que o Cruzeiro. No primeiro turno, havia sido 2×0 pro Coritiba.





Conselho a Alckmin: “você tem que ser mais bravo”

31 07 2008

A Folha de São Paulo noticiou, ontem, um conselho curioso de uma eleitora, no bairro do Brás, em São Paulo: ela pediu para o chuchu candidato à prefeitura de São Paulo ser mais bravo e menos bonzinho. O pedido inusitado partiu da gerente de uma loja daquele bairro.

O picolé candidato disse que achava o conselho válido, mas que “é preciso endurecer, mas com muito carinho”, citando o petista revolucionário Che Guevara.





O Zimbábue é o que há

30 07 2008

Impossível viver com esta notícia. O Brasil, nas épocas mais tosqueiras, não chegou nem perto deste extremo.

Sem falar na fraude absurda das últimas eleições. Eleitores tiveram suas mãos DECEPADAS para não poderem votar contra o atual presidente, o tal de MUGABE. Lembra muito os relatos de eleições da trilogia O TEMPO E O VENTO.

Não sou a favor de invasões a países nem nada, mas acho que já passou dos limites há bastante tempo. UNITED NATIONS não poderia fazer nada?