Com dois a mais, é covardia

3 08 2009

O jogo de ontem, mais uma vez com péssimo público no Olímpico, teve alguns “mais do mesmo”, infelizmente. Porém, algumas (boas) novidades também.

O Cruzeiro seria um caco daquele que me deixou meio cansado na semifinal da Libertadores deste ano. Afinal, dois jogadores IRRELEVANTES, como Kléber e Wagner, estariam ausentes do time estrelado. Portanto, uma postura mais defensiva da equipe mineira era esperada para o confronto.

O jogo mostrou, de fato, um Cruzeiro pouco interessado em buscar gols, ao contrário do Grêmio, que fazia pressão mas não conseguia concluir com qualidade. A história do jogo foi alterada cedo, pois Jonathan, que já havia sido amarelado num dos primeiros minutos do jogo, deu um carrinho estabanado em Tcheco, levou o segundo e foi expulso aos 17 minutos de jogo. Com a vantagem numérica, a pressão tricolor sobre o Cruzeiro foi grande, mas as conclusões a gol eram péssimas. Alguns minutos após a expulsão, Autuori ousou, ao trocar o lateral Thiego por Douglas Costa, com o objetivo de tornar o Grêmio mais ofensivo. De fato, o jogo se configurava positivo para uma boa atuação da jovem promessa, o que de fato aconteceu, mas sem nenhuma genialidade.

Da parte do Grêmio, teve destaque uma sequência ofensiva, depois de um passe sensacional de Tcheco para Túlio, que concluiu bem, mas o zagueiro cruzeirense tirou. Na cobrança do escanteio, Réver desviou e Jonas cabeceou no poste, no rebote, Souza achou Tcheco na direita que cruzou – Fábio espalmou para fora da área, a bola sobrou para Fábio Santos, que chutou forte e alto, no meio do gol, para boa defesa do goleiro cruzeirense. Uma sequência de tirar o fôlego!

Uma “recuada” de bola de Fábio Santos para o goleiro do Cruzeiro, numa ótima jogada de Jonas, aos 38 minutos, precedeu o que poderia ter sido o desastre: o estrelado saiu em contra-ataque, cruzou da direita para área, sem perigo e Tcheco, idiotamente, deixou o cotovelo nas costas de Wellington Paulista, numa jogada que não tinha grande perigo, com a defesa toda arrumada. Num primeiro momento, eu acreditei que Evandro Rogério Roman estava sendo exagerado. Mas, depois do intervalo, no momento que Tcheco disse que era um lance “de interpretação”, praticamente assumiu que foi sim, pênalti (se ele achasse que não tinha sido, teria negado). Wellington cobrou e marcou o gol clássico do “quem não faz, leva”.

ninguém imita Claudio Millar impunemente (Lucas Uebel/VIPCOMM)

ninguém imita Claudio Millar impunemente (Lucas Uebel/VIPCOMM)

Uma ressalva: se eu fosse goleiro e o cobrador do pênalti fosse destro, eu cairia SEMPRE para a direita. Se fosse canhoto, o inverso. Sério mesmo.

Apesar do primeiro tempo com a derrota no placar, a expectativa era de conseguir o empate, já que a diferença numérica se fez sentir em quase todo o primeiro tempo. A menos que Roman achasse uma expulsão contra o Grêmio, algo muito comum na arbitragem brasileira.

Aos 4 minutos, quase que Réver fez um GOLAÇO, ao receber livre na área, de costas para o gol, dominar e mandar de voleio. A bola passou no canto esquerdo do goleiro, perto do poste. Teria sido uma verdadeira PINTURA. Aos 5 minutos e meio da segunda etapa, o lance que determinou o fracasso cruzeirense: num lance no campo de ATAQUE, após perder uma bola para a defesa do Grêmio, Thiago Ribeiro deu um cotovelaço no rosto de Túlio. Um lance tri idiota, provando que Kléber FAZ ESCOLA. Pior foram os comentaristas do SporTV, visivelmente se baseando somente na câmera lenta, que sempre elimina a POTÊNCIA do lance, disseram que foi exagero do árbitro. Assim é fácil ganhar salário…

A partir daí, OITO a UM era o mínimo resultado possível. E foi QUASE isso.

Réver aos 13′, empatou. Tcheco, adiantado, meteu a bola no cantinho esquerdo de Fábio para marcar o segundo gol, aos 19′. Detalhe: ele estava sim, adiantado, mas o “passe” foi, na verdade, a tentativa do zagueiro do Cruzeiro de tirar a bola de Jonas. O gol foi legal e parem de chorar. Jonas aos 30′ e Maxi López, aos 43′, fecharam a contenda. GOLAÇO o do Maxi, diga-se.

derrapar na caixa é o que há (Roberto Vinícius/Ag. Free Lancer/Futura Press)

"derrapar na caixa é o que há" (Roberto Vinícius/Ag. Free Lancer/Futura Press)

Aliada à derrota do Vitória (cacofonia eterna) para o SPFC, no Barradão, o Grêmio fica dono da melhor campanha em casa no Brasileiro 2009, com 85,2% (7v, 2e, 0d – 23 pontos de 27 disputados). O Vitória tem 79,2% no Barradão (6v, 1e e 1d – 19 pontos em 24 disputados).

Falando em desempenho dentro e fora de casa, não precisamos falar dos ridículos 4,76% do Grêmio que fez 1 ponto em 21 disputados fora do Olímpico, até agora. Em compensação, o Goiás, que ontem venceu o Santo André por 2×1, em São Caetano do Sul, tem nada menos que 70,8% de aproveitamento fora do Serra Dourada (5v, 2e, 1d). É a melhor campanha como visitante, o que lhe rendeu a terceira colocação, com 29 pontos, dois à frente do Internacional que poderia recuperar a posição mas não jogou nesta rodada (sua partida com o Santos será no dia 26/8).

Se alguém souber de algum site onde tenha a informação, já mastigada, do aproveitamento de cada clube em casa e fora, eu agradeço. Basicamente, eu tirei estas informações do site do Prof. Tristão Garcia, o Infobola, sempre rico em estatísticas relevantes.

Abaixo, a classificação atualizada, também extraída do Infobola.

CLASSIFICAÇÃO E CHANCES DE SER CAMPEÃO
Clubes Pontos ganhos Vitórias Empates Derrotas Saldo de gols Gols pró Gols contra Jogos
1. Palmeiras 34 10 4 2 14 28 14 16
2. Atlético-MG 31 9 4 3 12 31 19 16
3. Goiás 29 8 5 3 11 30 19 16
4. Inter 27 8 3 4 6 26 20 15
5. Corinthians 25 7 4 5 0 21 21 16
6. Grêmio 24 7 3 6 9 28 19 16
7. Vitória 24 7 3 6 3 23 20 16
8. São Paulo 24 6 6 4 2 20 18 16
9. Flamengo 24 6 6 4 0 24 24 16
10. Avaí 23 6 5 5 4 23 19 16
11. Barueri 22 5 7 4 8 33 25 16
12. Santos 20 5 5 5 -1 28 29 15
13. Botafogo 19 4 7 4 -2 23 25 15
14. Santo André 18 4 6 6 -4 20 24 16
15. Cruzeiro 17 5 2 8 -9 15 24 15
16. Coritiba 16 4 4 8 -5 22 27 16
17. Atlético-PR 15 4 3 9 -14 15 29 16
18. Sport 13 3 4 9 -5 22 27 16
19. Náutico 12 2 6 8 -16 18 34 16
20. Fluminense 11 2 5 9 -13 13 26 16
Chance
54%
15%
13%
9%
1%
1%
1%
2%
1%
1%
1%
1%
Anúncios




Classificação – rodada 12

21 07 2009

Tabela Portugues 12r

E a classificação:





10a rodada

13 07 2009

Jogos da 10a rodada do Brasileirão 2009:

Tabela Portugues 10r

E a classificação atualizada:

classificacao 10r

Tabela extraída do Terra.





Sorrisos em todas as bocas

7 07 2009

No Rio Grande do Sul, os torcedores de Grêmio e Internacional, que andavam deprimidos e cabisbaixos por suas desclassificações na Copa Libertadores e na Copa do Brasil, respectivamente, voltaram a sorrir. Os vermelhos estão particularmente FACEIROS pois, além de vencerem fora de casa, alcançaram a liderança isolada do CERTAME, já que o Atlético Mineiro VACILOU diante de outro alvi-negro, empatando em 1×1 com o Botafogo em pleno Mineirão lotadíssimo.

Goleada platina

de que cor é o céu? hein? hein? (foto: Roberto Vinícius / Ag. Free Lancer/Futura Press)

"de que cor é o céu? hein? hein?" (foto: Roberto Vinícius / Ag. Free Lancer/Futura Press)

Não pude ver o jogo inteiro, pois estava na cidade que não sorriu, pois seus times foram derrotados em suas respectivas séries (B e C). Entrei no carro para ligar o rádio e saber do jogo às 16:20, mais ou menos, e no momento que liguei o rádio, o Pedro Ernesto gritou aquele “gol” chocho, o que evidenciava que era o Atlético que marcava. Comecei a esbravejar, admiti que era um pé-frio, “jurei” nunca mais ouvir jogo, etc etc, pro DELEITE da Gra, secadora. Até o momento que o mesmo Pedro anunciou que estava 3×1 para o Grêmio. Obviamente, meu queixo caiu até o NÚCLEO DE MAGMA da Terra.

Ok. Contada esta historinha, vamos ao que interessa. Tirando os primeiros 20, 25 minutos de jogo, quando o Grêmio abriu a vantagem ABSURDA de 3×1, o time tirou o pé e ficou administrando. Mas não de um jeito bom, já que exercia a marcação de forma deficiente. O segundo tempo foi CHATO. O gol derradeiro de Herrera parecia mais achado do que feito (ns).

Com a vitória, o tricolor subiu 5 posições, indo para a 9ª, mas podendo ser ultrapassado por Corinthians ou Fluminense, que ainda jogarão pela rodada, nesta quarta-feira (inexplicável, já que haverá o 1º jogo da final da Libertadores na mesma data e horário). O empate entre os dois manterá o Grêmio na mesma posição. O Atlético Paranaense permanece na zona de rebaixamento, com 8 pontos.

Não vejo ninguém na minha frente

A desgastada piada, tão comum no ano passado, quando o Grêmio liderou o campeonato por mais de 20 rodadas, passa para o lado do aterro do Guaíba. Com a vitória de 2×0 sobre o Náutico, em CAPIBARIBE (a.k.a. Recife), o colorado alcançou os 20 pontos, contra 18 do Atlético Mineiro, segundo colocado.

Este jogo eu consegui ver na íntegra. Mas estava chatíssimo, com o Inter jogando extremamente mal e o Náutico, jogando normalmente (ou seja, pior ainda). O árbitro do jogo foi Marcelo de Lima Henrique, o mesmo que apitou Sport x Grêmio na semana anterior, na mesma Recife. Porém, desta vez, em vez de beneficiar o time da casa, acabou ajudando o Internacional em duas ocasiões. Numa, um pênalti inexistente, o Inter desperdiçou a chance de abrir o marcador ainda na primeira etapa, com D’Alessandro (de atuação patética, mais uma vez). Outro jogador que se ESCONDEU em campo foi Taison, que parece estar sentindo medo de se lesionar, ou algo do estilo.

Porém, apesar dos pesares, o Inter jogava melhor que o Náutico e tinha mais posse de bola e construia as melhores chances de gol, que foram poucas. Foi um jogo realmente ruim de se ver.

O segundo erro do árbitro foi o que originou o segundo gol do Inter (e de Nilmar), já que o camisa 9 colorado estava voltando de posição de impedimento quando houve o passe de Andrezinho. Os auxiliares comeram mosca e Nilmar, não. Acredito que a massa vermelha esteja mais preocupada do que nunca com a iminente saída do centroavante, já que os demais atacantes não andam jogando tão bem.

Outras milongas

Além do mencionado 1×1 entre Atlético Mineiro e Botafogo, que foi muito comemorado pela torcida colorada, também chamou a atenção a derrota de 2×0 do São Paulo para o Coritiba, no Couto Pereira, que deixa o tricolor paulista com a sua pior campanha da era dos pontos corridos, pelo menos nestas primeiras 9 rodadas. Já o coxa conseguiu alcançar o próprio São Paulo com a vitória, e deixar a zona de rebaixamento um pouco mais distante de si.

Outro resultado impressionante foi a goleada do Palmeiras sobre o Avaí por 3×0, na Ressacada, em Florianópolis. Com o resultado o alviverde imponente mantem a perseguição aos líderes, com 16 pontos, na quarta colocação. O clube catarinense amarga a lanterna da competição, porém, muito próximo dos demais (por enquanto).

Segue tabela de jogos e placares, além da classificação atualizada, faltando uma partida para o fechamento da rodada.

Tabela Portugues 9r

classificacao 9r

Classificação: extraída do site Globoesporte.com.





Apesar dos pesares

30 06 2009

Quando eu vi que a escalação do Grêmio para enfrentar o Sport seria totalmente reserva, não imaginei outro resultado que não fosse a derrota. Mesmo o Sport sendo o último colocado do campeonato (era), sabia que não era um time totalmente horrível e jogaria em casa. Para mim, a escalação somente de reservas era um erro.

Descobri mais tarde que não foi um erro completo não. Mas foi um erro.

Afinal, o que o Grêmio vai fazer se passar (e vai passar) para as finais da Libertadores? Jogará mais duas ou três rodadas com time reserva? Me parece que anteontem o Grêmio perdeu uma verdadeira oportunidade de aproximar-se um pouco mais do grupo dos líderes e afastar-se do grupo de rebaixáveis. Neste momento, apenas 1 ponto separa o 17º colocado do Grêmio, que é 14º. Claro que o tricolor jogará seu próximo jogo em casa, o que deve facilitar um pouco as coisas.

Estou atrasado para comentar sobre o jogo, portanto, indico o relato do André Kruse, que está coerente, como geralmente é. Ele indica os graves erros de arbitragem que prejudicaram o Grêmio, especialmente o primeiro gol do Sport e a expulsão de Jonas, que acarretou a ampliação do placar pelo time pernambucano. Só não concordo com a parte que diz que o gol do Grêmio no primeiro tempo foi anulado incorretamente. Ao meu ver, o Orteman impediu o zagueiro de saltar para o cabeceio, que seria salvador. Portanto, seria um erro grave ter validado aquele gol. Claro que o ideal seria que o árbitro não tivesse prejudicado tanto o Grêmio em outros lances.

No entanto, assistir a um jogo recheado de juniores e jogadores muito jovens não foi uma experiência ruim. Para falar a verdade, alguns jogadores tiveram destaque neste confronto contra o Sport, algo gratificante. Maylson teve ótima atuação, assim como os zagueiros Mário “fujão” Fernandes (jogou o primeiro tempo) e Héverton (entrou no seu lugar, no segundo). Orteman foi regular (ou seja, PÉSSIMO, como sempre) e Douglas Costa não jogou NADA. Isael entrou em seu lugar no segundo tempo e fez consideravelmente mais que o antecessor. Autuori inventou Hélder como terceiro zagueiro o que foi quase desastroso. Inexplicável, já que ele tinha Héverton no banco.

A dupla de ataque foi Jonas e Herrera. O argentino mostrando mais uma vez muita qualidade e o brasileiro… errando gols imperdíveis, como de costume. Além de ser expulso (exageradamente) em um lance de muita IMBECILIDADE (não exageradamente). DEMÊNCIAS à parte, ele só deveria ter levado um amarelo.

No final das contas, a formação inesperada do Grêmio fez o time buscar o ataque quase que o tempo inteiro, tocando bola e envolvendo a defesa pernambucana. Com um TIQUINHO mais de qualidade, sem expulsões e com um atacante minimamente capaz no lugar de Jonas, o Grêmio poderia ter saído com a vitória de Recife. E aí vem a questão: será que um time misto não teria sido mais eficiente?

Enfim, 3×1 pro Sport, que saiu da lanterna e da zona de rebaixamento.

Não comentarei os outros jogos da rodada, mas aí vai a tabela de jogos:

Data Hora Cidade Estádio Jogo
27/06 16:10 Curitiba Arena da Baixada Atlético Paranaense 1 x 0 Corinthians
27/06 16:10 São Paulo Morumbi São Paulo 2 x 0 Náutico
27/06 16:10 Barueri Arena Barueri Barueri 4 x 2 Atlético Mineiro
27/06 18:30 Belo Horizonte Mineirão Cruzeiro 1 x 0 Avaí
27/06 18:30 Rio de Janeiro Engenhão Botafogo 1 x 4 Goiás
28/06 18:30 Porto Alegre Beira-rio Internacional 3 x 0 Coritiba
28/06 18:30 São Paulo Palestra Itália Palmeiras 1 x 1 Santos
28/06 18:30 Recife Ilha do Retiro Sport 3 x 1 Grêmio
14/06 18:30 Rio de Janeiro Maracanã Fluminense 0 x 0 Flamengo
14/06 18:30 Salvador Barradão Vitória 4 x 1 Santo André

E a classificação, de forma simplista, extraída do Impedimento.

1º Atlético-MG 17
2º Internacional 17
3º Vitória 16
4º Barueri 13
5º Palmeiras 13
6º Corinthians 11
7º Flamengo 11
8º Goiás 11
9º Cruzeiro 10
10º Santos 10
11º São Paulo 10
12º Santo André 10
13º Fluminense 10
14º Grêmio 9
15º Sport 8
16º Atlético-PR 8
17º Náutico 8
18º Coritiba 7
19º Avaí 7 8
20º Botafogo 6





Passei longe do futebas

15 06 2009

Neste findi/feriadão, passei longe do futebol. Aproveitando o feriado prolongado, a Gra e eu fomos para Foz do Iguaçu, conhecer uma das maiores maravilhas naturais do mundo. Valeu cada minuto empenhado.

Portanto, não poderei falar nada sobre os jogos. Do jogo do Grêmio, somente vi um compacto de 3 minutos, onde ficou claro que o Grêmio iniciou a partida muito bem, com direito a bola no poste de Tcheco, depois de excelente jogada de Maxi López. Do jogo do Inter, ouvi quase todo ele voltando de POA e deu a impressão de maior volume de jogo do Vitória, apesar de momentos de pressão colorada no final do primeiro tempo.

Me surpreendi com o fato dos resultados terem auxiliado o Grêmio a não perder posição nesta rodada, apesar de ter apenas empatado e ganho um só ponto. Por outro lado, o Inter perdeu sua liderança para o Atlético Mineiro, empatado com 14 pontos.

Os jogos da rodada:

Campeonato Brasileiro – Série A – 6a. Rodada
Data Hora Cidade Estádio Jogo
13/06 18:30 Rio de Janeiro Engenhão Botafogo 2 x 0 Santos
13/06 18:30 São Paulo Morumbi São Paulo 1 x 1 Santo André
13/06 18:30 Recife Ilha do Retiro Sport 0 x 1 Atlético Paranaense
14/06 16:00 Curitiba Couto Pereira Coritiba 5 x 0 Flamengo
14/06 16:00 Goiânia Serra Dourada Goiás 0 x 0 Corinthians
14/06 16:00 Belo Horizonte Mineirão Atlético Mineiro 3 x 0 Náutico
14/06 16:00 Rio de Janeiro Maracanã Fluminense 0 x 0 Grêmio
14/06 18:30 São Paulo Palestra Itália Palmeiras 3 x 1 Cruzeiro
14/06 18:30 Barueri Arena Barueri Barueri 3 x 1 Avaí
14/06 18:30 Porto Alegre Beira-rio Internacional 0 x 0 Vitória

E a classificação:

Clube P J V E D GP GC SG %
Atlético-MG 14 6 4 2 0 14 5 9 78
Internacional 14 6 4 2 0 7 2 5 78
Palmeiras 11 6 3 2 1 9 7 2 61
Vitória 10 6 3 1 2 5 4 1 56
Santos 9 6 2 3 1 14 11 3 50
Fluminense 9 6 2 3 1 4 5 -1 50
Grêmio 8 6 2 2 2 7 4 3 44
Corinthians 8 6 2 2 2 5 5 0 44
Náutico 8 6 2 2 2 9 12 -3 44
10º Cruzeiro 7 6 2 1 3 6 9 -3 39
11º Flamengo 7 6 2 1 3 6 13 -7 39
12º São Paulo 7 6 1 4 1 6 4 2 39
13º Goiás 7 6 1 4 1 11 10 1 39
14º Santo André 7 6 1 4 1 10 9 1 39
15º Barueri 7 6 1 4 1 9 8 1 39
16º Botafogo 6 6 1 3 2 5 6 -1 33
17º Sport 5 6 1 2 3 9 10 -1 28
18º Coritiba 4 6 1 1 4 11 13 -2 22
19º Atlético-PR 4 6 1 1 4 6 13 -7 22
20º Avaí 4 6 0 4 2 6 9 -3 22
Campeonato Brasileiro – Série A – 6a. Rodada
Data Hora Cidade Estádio Jogo
13/06 18:30 Rio de Janeiro Engenhão Botafogo 2 x 0 Santos
13/06 18:30 São Paulo Morumbi São Paulo 1 x 1 Santo André
13/06 18:30 Recife Ilha do Retiro Sport 0 x 1 Atlético Paranaense
14/06 16:00 Curitiba Couto Pereira Coritiba 5 x 0 Flamengo
14/06 16:00 Goiânia Serra Dourada Goiás 0 x 0 Corinthians
14/06 16:00 Belo Horizonte Mineirão Atlético Mineiro 3 x 0 Náutico
14/06 16:00 Rio de Janeiro Maracanã Fluminense 0 x 0 Grêmio
14/06 18:30 São Paulo Palestra Itália Palmeiras 3 x 1 Cruzeiro
14/06 18:30 Barueri Arena Barueri Barueri 3 x 1 Avaí
14/06 18:30 Porto Alegre Beira-rio Internacional 0 x 0 Vitória




Registro – quinta rodada

10 06 2009

Como o Grêmio não jogou no fim-de-semana, acabei não registrando a quinta rodada “fechada”. Aqui vai:

Campeonato Brasileiro – Série A – 5a. Rodada
Data Hora Cidade Estádio Jogo
4/06 21:00 Porto Alegre Olímpico Grêmio 3 x 0 Náutico
4/06 21:00 Santo André Bruno José Daniel Santo André 3 x 3 Santos
6/06 21:00 São Paulo Pacaembu Corinthians 2 x 0 Coritiba
7/06 16:00 São Paulo Palestra Itália Palmeiras 2 x 1 Vitória
7/06 16:00 Florianópolis Ressacada Avaí 0 x 0 São Paulo
7/06 16:00 Curitiba Arena da Baixada Atlético Paranaense 0 x 4 Atlético Mineiro
7/06 16:00 Recife Ilha do Retiro Sport 4 x 2 Flamengo
7/06 18:30 Belo Horizonte Mineirão Cruzeiro 1 x 1 Internacional
7/06 18:30 Rio de Janeiro Maracanã Fluminense 1 x 0 Botafogo
7/06 18:30 Goiânia Serra Dourada Goiás 2 x 2 Grêmio Barueri

E a classificação, na quinta rodada:

Clube P J V E D GP GC SG %
Internacional 13 5 4 1 0 7 2 5 87
Atlético-MG 11 5 3 2 0 11 5 6 73
Vitória 9 5 3 0 2 5 4 1 60
Santos 9 5 2 3 0 14 9 5 60
Náutico 8 5 2 2 1 9 9 0 53
Palmeiras 8 5 2 2 1 6 6 0 53
Fluminense 8 5 2 2 1 4 5 -1 53
Grêmio 7 5 2 1 2 7 4 3 47
Corinthians 7 5 2 1 2 5 5 0 47
10º Cruzeiro 7 5 2 1 2 5 6 -1 47
11º Flamengo 7 5 2 1 2 6 8 -2 47
12º São Paulo 6 5 1 3 1 5 3 2 40
13º Goiás 6 5 1 3 1 11 10 1 40
14º Santo André 6 5 1 3 1 9 8 1 40
15º Sport 5 5 1 2 2 9 9 0 33
16º Barueri 4 5 0 4 1 6 7 -1 27
17º Avaí 4 5 0 4 1 5 6 -1 27
18º Botafogo 3 5 0 3 2 3 6 -3 20
19º Coritiba 1 5 0 1 4 6 13 -7 7
20º Atlético-PR 1 5 0 1 4 5 13 -8 7
Campeonato Brasileiro – Série A – 6a. Rodada
Data Hora Cidade Estádio Jogo
13/06 18:30 Rio de Janeiro Engenhão Botafogo x Sport
13/06 18:30 Curitiba Couto Pereira Coritiba x Goiás
13/06 18:30 Belo Horizonte Mineirão Atlético Mineiro x Santo André
14/06 16:00 São Paulo Morumbi São Paulo x Cruzeiro
14/06 16:00 Santos Vila Belmiro Santos x Corinthians
14/06 16:00 Recife Aflitos Náutico x Fluminense
14/06 16:00 Rio de Janeiro Maracanã Flamengo x Atlético-PR
14/06 16:00 Salvador Barradão Vitória x Grêmio
14/06 18:30 Barueri Arena Barueri Barueri x Palmeiras
14/06 18:30 Porto Alegre Beira-rio Internacional x Avaí