Com o dos outros

18 06 2009

Foi o que restou aos 40.000 gremistas presentes no Olímpico ontem. E à maior torcida do sul do Brasil, em todos os rincões de nosso Estado varonil.

Porque o nosso time não nos deu motivos para EXPLODIR DE ÊXTASE. Bem pelo contrário. Então, tivemos que vibrar com os dois gols do Corinthians sobre o Internacional.

Fiquei frustrado demais com o jogo. Não que eu achasse que era “jogo jogado”, mas esperava um domínio maior do Grêmio. Apesar do Caracas ter mostrado excelente toque de bola, não conseguia chegar ao ataque. Se o Grêmio tivesse mantido a posse e a marcação um pouco mais adiantada, o gol invariavelmente chegaria.

E não foram poucas as chances.

vamo acertá os chute, PUERRA! (foto AFP)

Não consigo fazer um relato tão preciso. Prefiro aproveitar o bom texto do Vicente.

O que realmente importa é que o Grêmio chegou à sua SÉTIMA semi-final de Libertadores.  É uma honra e uma grande responsabilidade. O presidente do Grêmio cometeu, ao meu ver, um ato falho ao dizer que se perder do Cruzeiro ou do São Paulo não é tão desesperador (em outras palavras, mas basicamente esta ideia). Eu até entendi o que ele quis dizer, que a pressão é menor quando o adversário é mais qualificado. Mas este pensamento não pode ser utilizado pelos jogadores, afinal, não se pode pensar em outra coisa que não o TÍTULO.

Agora resta saber quem será o adversário. Neste momento, terminou o primeiro tempo no Morumbi, 0x0. Mas Eduardo Costa, BURRO como sempre, já foi expulso, complicando mais a vida do São Paulo. Pelo jeito, vai dar Cruzeiro.





Sapatada histórica

20 11 2008
uái ém ci êi

"uái ém ci êi"

Ontem tinha duas opções futebolísticas na TV brasileira, devido à tosqueira da CBF: Inter x Chivas e Brasil x Portugal. Tosqueira, pois a CBF não poderia ter marcado um amistoso da seleção no mesmo dia de um jogo importante de uma competição internacional. No entanto, aposto que se fosse o FRAMENGO no lugar do Inter, o amistoso não teria acontecido e todos nós teríamos que ENGOLIR o rubro-negro.

ANFÂN

A vitória por 2×0 no confronto da semana passada, em Guadalajara, já dava uma tranquilidade absurda ao colorado. No entanto, a fragilidade da equipe mexicana era tão grande, que o resultado não poderia ter sido outro: 4×0 para o Inter, no jogo de volta, em Porto Alegre. Obviamente eu optei pelo jogo da Sulamericana, em vez de assistir à TURMA DO ROBINHO fazer um placar elástico de 6×2 sobre Portugal, o que certamente manterá Dunga por mais uns SETENTA ANOS no comando da seleção.

Constrangia a falta de capacidade do Chivas Guadalajara de chegar na defesa do Inter. O colorado errava muitos passes no começo do jogo, facilitando a vida dos mexicanos. No entanto, eles não aproveitavam, tocando bastante a bola mas errando na intermediária. O primeiro tempo terminou sem ter um único chute defendido por Lauro.

Em compensação, o Inter rapidamente fez o placar, chegando a três a zero numa rapidez e facilidade impressionantes. O amadorismo mexicano ficou claro no momento do pênalti sobre D’Alessandro – algo inconcebível no futebol atual. O argentino converteu e marcou o primeiro gol. Ele também foi responsável pelo segundo gol, oriundo de uma falta boba na entrada da área. Sua cobrança foi excelente, sem chances para o goleiro.

O Chivas conseguiu aumentar sua cota de tosquice ao ter um jogador expulso de forma absolutamente ridícula. Após tomar uma VACA, um jogador mexicano deve ter ficado indignado e resolveu dar um carrinho por trás em Nilmar, sem ter a menor chance de tocar na bola. O árbitro Oscar Ruiz deve ter ficado constrangido em puxar o cartão vermelho.

Já o terceiro gol, também marcado no primeiro tempo, derivou de escanteio cobrado por Taison e que seria facilmente defendido por algum goleiro razoável. Porém, o arqueiro mexicano não possui esta característica e falhou absurdamente, dando um soco para trás, presenteando Nilmar, que mandou o coco na pelota e ainda quase torceu o pé, dentro do gol.

O segundo tempo foi de um tédio do tamanho do Beira-Rio, pois era evidente que o Chivas não conseguiria marcar 5 gols e inverter a situação. Ele nem tentou, pra dizer a verdade. Assim, o Inter tocava bola no campo de defesa e a torcida gritava olé, quando o relógio marcava QUINZE MINUTOS do segundo tempo. Mas ainda teve tempo para uma bonita jogada de Taison e uma igualmente bela conclusão de Nilmar, consolidando a goleada.

Agora, com o sangue mais doce do que abelha, o Inter espera pelo seu adversário argentino, que poderá ser o Argentinos Jrs. ou o Estudiantes de La Plata. O primeiro jogo foi 1×1, no estádio Diego Armando Maradona. Hoje haverá o jogo de volta, em La Plata. A vantagem é do Estudiantes.

Eu acredito que a única chance do Inter perder este título é com a classificação do time de La Plata. Mesmo assim, acredito que o colorado tem um time muito melhor do que o Estudiantes e, por isso, deve faturar o caneco.

Como eu já disse AQUI, ainda em agosto, sou favorável à concessão de uma vaga à Libertadores para o campeão da Copa Sulamericana. É uma forma de torná-la mais atraente. No entanto, será uma TREMENDA SACANAGEM fazer isso nesta edição da Copa, pois quando ela começou, NÃO HAVIA ESTA INFORMAÇÃO.

Sinceramente, vocês acham que os times brasileiros e vários de outras nacionalidades teriam sido tão RELAPSOS com a Sulamericana, caso soubessem que a mesma daria uma vaga para a Libertadores? Tenho certeza que não.

Por que o Inter colocou força total? Muito simples: não tinha A MENOR CHANCE de conseguir a vaga para a Libertadores pelo campeonato brasileiro. Caso tivesse, DUVIDEODÓ que teria colocado força máxima na Sula.

Portanto, apenas espero que esse lance não se confirme. Pois, caso o campeão da Sulamericana realmente ganhe uma vaga para a Libertadores de 2009, será uma GRANDE INJUSTIÇA.





Por pouco

30 08 2008

A ACBF foi pro jogo contra a Ulbra, ontem em Porto Alegre, com outra postura em comparação ao primeiro jogo da semifinal, realizado na terça-feira, 26/8. Como nenhum outro resultado que não fosse a vitória poderia importar, o time laranja partiu para o ataque desde o primeiro minuto de jogo.

Porém, a Ulbra marcou seu gol rapidamente, através do pivô Índio, artilheiro da equipe, que recebeu desmarcado na direita e desviou do goleiro Danilo. O gol serviu como uma ducha fria para a equipe serrana, que continuou insistindo, sempre esbarrando na bem postada defesa canoense.

Ainda no primeiro tempo, a ACBF conseguiu virar o marcador, primeiro com gol de calcanhar de Rodrigo, depois de belo cruzamento de Daniel – o gol foi sem querer, mas valeu. Depois da Ulbra perder uma bola fácil no ataque, Goda conseguiu partir em contra-ataque rápido, marcando o gol da virada do time barbosense.

No início do segundo tempo, Daniel, jogador que foi decisivo, pro bem e pro mal, perdeu excelente oportunidade, depois de driblar Lavoisier e ser cortado pelo defensor, que chegou na hora certa. A partir daí, a Ulbra buscou o empate, mas a defesa laranja estava muito bem, roubando muitas bolas. Daniel era o destaque, desarmando e armando rápidos e perigosos contra-ataques.

No entanto, faltando 6 minutos pro final do jogo, Daniel (justo ele) tentou atravessar uma bola no campo defensivo, da esquerda para a direita, mas errou o chute e entregou-a a Índio. Erro mortal.

Não houve muito mais tempo, embora a ACBF tentou marcar até o último segundo. Agora a Ulbra jogará a final contra a Malwee, que despachou o AFF, de Farroupilha, por 6×3 na cidade serrana.

Já o foco da ACBF voltará para o campeonato gaúcho, onde lidera com 25 pontos em 9 jogos disputados, aproveitamento sensacional. Mesmo assim, não se trata de um torneio fácil, já que várias das melhores equipes de futebol de salão do Brasil o disputam. Afinal, 3 dos 4 semifinalistas da Liga Nacional eram gaúchos.





Tunda de laço

26 08 2008

Essa é a melhor descrição para o que aconteceu no jogo entre ACBF e Ulbra, há poucas horas, aqui no Centro Municipal de Eventos em Carlos Barbosa. Infelizmente fui testemunha presencial de uma humilhante goleada de 6×1 para o time visitante, a Ulbra, de Canoas.

tenham dó

"tenham dó"

 A Ulbra não tomou conhecimento da ACBF, mesmo fora de casa e aplicou 3×0 no primeiro tempo, enquanto que o time local pouco criava e praticamente não ofereceu riscos à meta de LAVOISIER (ex-ACBF, baideuei). No segundo tempo, a Ulbra amorcegou o jogo e a ACBF teve um pouco mais de oportunidades, mas pouco efetivas. Faltando 6 minutos para o final do jogo, o time local conseguiu descontar, dando um certo calor a um jogo que estava congelando de monotonia.

Porém, como o time laranja se jogou COMO SE NÃO HOUVESSE AMANHÃ ao ataque, facilitou muito a vida da Ulbra que, nos contra-ataques, aplicou mais 3 gols e fechou a decepcionante goleada.

No SALÃO, o saldo de gols não importa. Isso permite que os times joguem com um pouco mais de arrisquem mais, quando estão perdendo. Significa que, se a ACBF conseguir vencer o próximo jogo, em Porto Alegre, mesmo por placar mínimo, provocará o terceiro jogo, novamente em POA. Obviamente esse resultado é improvável, mas nunca se sabe.

Meu irmão, Luciano, provavelmente estará presente no jogo de sexta-feira. Pedirei para ele fazer um relato do segundo confronto das semi-finais. Mas a tendência é que a vaca já tenha ido pro brejo e a Ulbra fará a final contra o vencedor do confronto entre a Malwee, de Jaraguá do Sul (SC) e a Cortiana/UCS/AFF, de Farroupilha (RS). O primeiro jogo, em Jaraguá, foi 4×2 para a Malwee, conhecida por ser o time do jogador Falcão. No entanto, o time de Farroupilha teve melhor campanha e joga por uma vitória e um empate, no terceiro jogo, caso haja.





Semi-final gaúcha na Liga Futsal

26 08 2008

Hoje, às 18:30, acontece o primeiro confronto entre ACBF e Ulbra, pelas semi-finais da Liga Futsal 2008. O primeiro jogo será no Centro Municipal de Eventos, em Carlos Barbosa, enquanto que o segundo jogo está marcado para a sexta-feira, 29/8, no mesmo horário, em Porto Alegre.

A Associação Carlos Barbosa de Futsal classificou-se para as semi-finais ao eliminar a equipe do Teresópolis, do Rio de Janeiro, nas quartas-de-final. Já a Ulbra venceu o Banespa, no confronto anterior. Por ter melhor campanha, a Ulbra jogará a segunda partida em casa (em termos, já que a sede da Ulbra é em Canoas, mas o jogo será no ginásio Tesourinha. Creio que é por questão de capacidade, já que o ginásio da Ulbra é bastante limitado.

Um pouco sobre a ACBF

Apesar de ser uma das equipes mais vitoriosas na história recente do futsal brasileiro, os patrocinadores da ACBF reduziram seus investimentos na equipe, comparativamente aos melhores anos e têm buscado novos talentos em equipes menores ou mesmo em sua categoria de base. Mesmo assim, a equipe tem mantido-se entre as principais do país. É tri-campeã da Liga Futsal, sendo que a última conquista foi em 2006. No ano passado, ficou apenas na 5a colocação.

Além dos três títulos da Liga Nacional, a ACBF também contabiliza o primeiro mundial de clubes organizado pela FIFA, em 2004, a Copa Intercontinental (mundial anterior à FIFA) em 2001, dois sulamericanos, uma Taça Brasil (2001) e 5 campeonatos estaduais (1996, 1997, 1999, 2002 e 2004). Enfim, em 13 anos de profissionalismo (até 1995 o clube era amador), são vários troféus em seu acervo.

Até 2000, os jogos da ACBF eram mandados no Ginásio da Tramontina, principal patrocinadora da equipe. Aquele ginásio tinha capacidade inferior a 2000 expectadores e era um verdadeiro caldeirão. Porém, como as maiores competições exigiam ginásios com maior capacidade (em uma ocasião a ACBF teve que jogar a final da Liga em Caxias do Sul, por causa disso), a prefeitura de Carlos Barbosa construiu, em parceria com a Tramontina, um dos maiores ginásios do interior do RS, com capacidade para 6.500 pessoas. O antigo ginásio da Tramontina foi demolido.

Centro Municipal de Eventos

Centro Municipal de Eventos

Após o momento de auge da equipe, no início da década, a quantidade de expectadores nos jogos da ACBF tem sido muito baixa. O ginásio raramente lota. Embora seja evidente que o público deve aumentar pelo menos no jogo de hoje, não creio que haverá lotação máxima. Eu sou um exemplo disso, já que não fui assistir a nenhum jogo da ACBF nesta edição da Liga. Mas, pelo menos hoje, estarei presente lá, tentando apoiar a equipe da minha cidade.

Mais informações podem ser encontradas no site da Associação Carlos Barbosa de Futsal. O jogo será transmitido pela SporTV e também online pelas rádios Estação FM e Garibaldi AM.